Ex-chanceler alemão Helmut Kohl morreu

Foi líder da Alemanha entre 1982 e 1998. Tinha 87 anos.

O jornal alemão Bild avança esta sexta-feira que o ex-chanceler alemão morreu. Helmut Kohl nasceu em 1930. Kohl era da mesma família política (CDU) de Angela Merkel, tendo sido o político que mais tempo esteve no poder na Alemanha pós-guerra. Morreu aos 87 anos de idade. Kohl “faleceu esta manhã na sua casa de Ludwigshafen”, sudoeste do país, revelou o jornal.

O partido de que fez parte também já confirmou a sua morte com uma mensagem simples de luto.

O Presidente da República português já reagiu. “Tive a oportunidade de o conhecer muito bem pessoalmente. Sendo líder do Partido Social Democrata, o PSD foi admitido no PPE (Partido Popular Europeu) largamente pela mão de Helmut Kohl, então chanceler e líder da CDU”, revelou Marcelo Rebelo de Sousa, classificando-o como um “homem invulgar”. “Quando ele avançou com a unificação das duas Alemanhas foi chamado de quase louco”, disse o Presidente da República, tendo sido alvo de críticas por ser defensor de uma “realidade economicamente impossível”.

“Ele fez a reunificação, a integração económica e social das duas Alemanhas, um processo complicado, e no início muito complicado em termos financeiros, e liderou a Europa num momento crucial — a aprovação do euro — e tinha tanta visão de futura quanta determinação e persistência”, descreveu Marcelo, assinalando a sua “persistência indomável”. Marcelo Rebelo de Sousa guarda a “imagem pessoal de grande amizade” e a “imagem de grande admiração”.

Em declarações à RTP3, o embaixador português Francisco Seixas da Costa também assinalou a importância de uma das principais figuras europeias. “Morreu um grande amigo de Portugal”, afirmou Seixas da Costa, referindo que Helmut Kohl “foi alguém que em vários momentos, dentro das instituições europeias, soube sempre lidar com os interesses de Portugal no quadro europeu”. O diplomata disse que Kolh “marcou muito daquilo que foi a atitude da Europa face a Portugal”, referindo que “morreu um grande construtor da Europa”.

O líder dos socialistas europeus, o italiano Gianni Pittella, reagiu prestando homenagem ao “pai história da reunificação da Alemanha e a integração europeia”.

Quem foi Helmut Kohl?

Helmut Kohl foi o dirigente político germânico que mais tempo governou a República Federal, com quatro legislaturas, e foi o artífice da reunificação alemã, após a queda do Muro de Berlim em 1989.

O ex-chanceler estava afastado da vida pública desde 2008 e remetido a uma cadeira de rodas, após a queda numas escadas que lhe provocou um traumatismo cranioencefálico.

Kohl emergiu na política nacional alemã em 1976, quando se tornou no chefe da oposição e conquistou a chancelaria em 1982, após garantir a aprovação de uma moção de censura contra o então chefe do executivo, o social-democrata Helmut Schmidt.

Um ano depois foi confirmado pelas urnas no posto de chanceler, e manteve-se no cargo até 1998, quando foi derrotado pelo social-democrata Gerhard Schröder, que pela primeira vez se aliou aos Verdes para recuperar o governo da Alemanha.

O antigo Presidente dos EUA, Bill Clinton, descreveu numa ocasião Kohl como “o mais importante estadista europeu desde a II Guerra Mundial”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Ex-chanceler alemão Helmut Kohl morreu

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião