Wall Street em queda. Setor da saúde receia TrumpCare

Uma segunda versão do plano de saúde para os norte-americanos desenhados pelo Partido Republicano vai ser apresentada esta quinta-feira. Wall Street aguardar reações políticas e das empresas do setor.

Wall Street abriu com ligeiras quedas. O setor da energia está a dominar as desvalorizações nos Estados Unidos e na Europa depois dos preços do petróleo terem caído durante dias. A política norte-americana tem os olhos postos na proposta de lei que vai sair do Senado relativa à substituição do ObamaCare. O TrumpCare está a ser receado pelas empresas do setor da saúde.

Esta quinta-feira os senadores republicanos vão apresentar a sua proposta de lei para o sistema de saúde norte-americano que deverá substituir o ObamaCare (Affordable Care Act), depois do Partido Republicano ter feito chegar uma versão preliminar ao Congresso norte-americano. Este documento pode revelar mais pormenores sobre os planos dos republicanos para o setor, o que afetará seguradoras, farmacêuticas e outras empresas ligadas aos cuidados de saúde.

O petróleo está a recuperar, tanto o WTI como o Brent, depois de vários dias em queda, ambos a transacionar abaixo dos 45 dólares por barril. Apesar disso, as energéticas estão a cair, levando a bolsa para o vermelho. O S&P 500 está a desvalorizar 0,06% para os 2.435,61 pontos e o Dow Jones está a cair 0,01% para os 211.408,45 pontos. Já o Nasdaq é o índice que mais cai 0,15% para os 6.224,80 pontos.

Também esta quinta-feira foram revelados os pedidos de subsídios de desemprego nos Estados Unidos, que foram ligeiramente mais elevados do que o esperado. A previsão era de 240 mil pedidos, mas o número aumentou para 241 mil. Contudo, o mercado de trabalho norte-americano continua robusto, depois de em fevereiro o número de pedidos de subsídios ter atingido um mínimo de 43 anos, segundo a Bloomberg. A média das últimas quatro semanas fixou-se nos 244.750 pedidos.

A Bloomberg escreve que os empregadores estão relutantes em deixar sair os trabalhadores mais qualificados numa altura em que existe falta de profissionais especializados. Estes números corroboram com a evolução da taxa de desemprego que atingiu um mínimo de 16 anos, dando também mais sinais da robustez da economia — perto do pleno emprego — o que permitiu à Fed aumentar novamente a taxa de juro na semana passada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street em queda. Setor da saúde receia TrumpCare

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião