Ex-diretor regional do BES detido por suspeitas de corrupção

  • Lusa e ECO
  • 29 Junho 2017

O antigo quadro do BES está indiciado de corrupção de agentes públicos internacionais, branqueamento, e corrupção ativa e passiva no setor privado.

A Procuradoria-Geral da República confirmou esta quinta-feira a detenção do antigo diretor do BES da Madeira no âmbito do inquérito relacionado com o “Universo Espírito Santo”, por suspeitas de branqueamento e corrupção, entre outros crimes.

Segundo a mesma fonte, após ser ouvido pelo juiz de instrução criminal, o arguido ficou em prisão domiciliária e está proibido de estabelecer contactos com os outros arguidos do processo.

O antigo quadro do BES está indiciado de corrupção de agentes públicos internacionais, branqueamento, e corrupção ativa e passiva no setor privado.

De acordo com a Sic Notícias, o ex-diretor que foi agora detido é João Alexandre Silva e foi o representante do banco BES na Venezuela, fazendo a ponte entre Ricardo Salgado e as autoridades venezuelanas.

A detenção do ex-diretor do BES Madeira ocorre uma semana depois de o Ministério Público ter realizado buscas em residências, bancos e empresas em Lisboa e na Madeira. Na altura a PGR indicou que, até à data, tinham sido constituídos 17 arguidos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ex-diretor regional do BES detido por suspeitas de corrupção

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião