Apoiantes de Maduro invadem Parlamento e ferem 12 pessoas

  • ECO
  • 5 Julho 2017

Um grupo de 30 apoiantes de Nicolas Maduro entrou à força na Assembleia Nacional e feriu sete funcionários e cinco deputados.

Sete funcionários e cinco deputados ficaram feridos depois de um grupo de 30 apoiantes de Nicolas Maduro ter invadido a Assembleia Nacional. A lista de feridos foi divulgada pela conta oficial de Twitter do Parlamento venezuelano conta com nomes como Armando Armas e Americo de Grazia. O segundo, de acordo com informações partilhadas na mesma rede social, terá sido ferido com maior gravidade.

Segundo relatos reportados pelo jornal espanhol El Mundo, os manifestantes terão entrado à força na Assembleia Nacional, armados com tubos e pistolas, tendo a partir daí agredido os deputados e os funcionários. Antes de entrarem, terão arremessado material pirotécnico contra o edifício.

O El País escreve que, antes deste incidente decorrer, o vice-presidente da Venezuela terá apelado ao povo que fosse até à Assembleia, tendo acusado a oposição de ser “traidora” e de ter “sequestrado” órgão legislativo. O grupo de manifestantes já deixou o edifício e os feridos já estão a ser assistidos pelos serviços médicos.

Neste dia 5 de julho, dia em que se comemora os 206 anos de independência do país, decorrem cerimónias de honra na Assembleia Nacional, que conta com a maioria parlamentar da oposição. Milhares de pessoas participaram também num desfile organizado pelo governo para marcar o dia da independência.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Apoiantes de Maduro invadem Parlamento e ferem 12 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião