Fed determinada a aumentar taxa de juro novamente

Apesar da evolução de curto prazo da inflação e da economia norte-americana, os membros da Fed consideram ser necessário continuar a aumentar a taxa de juro para haver estabilidade financeira.

A Fed está determinada a dar continuidade ao aumento da taxa de juro, ou seja, do preço do dinheiro nos Estados Unidos. A preocupação dos responsáveis incide sobre os riscos à estabilidade financeira e para a economia da manutenção das taxas de juro baixas. Prevê-se, por isso, que haja um terceiro aumento este ano. As minutas da reunião de junho onde a Reserva Federal decidiu aumentar a taxa de juro, divulgadas esta quarta-feira, mostram que o comité classifica de temporário o abrandamento na inflação e o crescimento económico, mas há divisão quanto ao momento em que a Fed deve começar a cortar o seu balanço de 4,5 biliões de dólares.

A maior parte dos responsáveis da Fed desvalorizou o abrandamento da inflação, um dos indicadores mais vigiados pelos bancos centrais. As minutas referem que a desaceleração dos preços teve origem na queda dos preços dos serviços de internet e dos medicamentos, explicando que a médio prazo esses efeitos devem desaparecer. “Os responsáveis continuam a esperar que (…) a inflação irá estabilizar, no médio prazo, à volta do objetivo do Comité de 2%“, lê-se no documento divulgado esta quarta-feira. Contudo, as minutas também assinalam que alguns participantes na reunião têm receio que o abrandamento da inflação possa persistir.

Quanto às políticas orçamentais e económicas da Casa Branca, a Fed continua a classificá-las de incertas. A nível internacional, vários participantes apontaram para a melhoria do crescimento económico internacional. Dentro da Reserva Federal há quem olhe para os desenvolvimento no emprego e na bolsa com preocupação. No primeiro caso porque a “taxa de desemprego normal a longo prazo é difícil de medir” e porque há evidências de que houve pouco impacto da criação de emprego no crescimento nominal dos salários e na inflação. No segundo caso, alguns responsáveis da Fed deixam um alerta: as ações das cotadas estão “caras” e há volatilidade nos mercados, o que pode colocar em causa a estabilidade financeira.

Uma das principais incógnitas relativas à atuação da Reserva Federal continua a ser quando é que Janet Yellen irá reduzir o balanço de 4,5 biliões de dólares, cuja grande parte deve-se à compra de dívida após a crise. “Alguns participantes preferiram anunciar o início do processo dentro de um par de meses“, lê-se nas minutas. Contudo, há divisão no comité sobre este assunto. Há membros da Fed que preferem empurrar a decisão para o final do ano de forma a terem mais tempo para analisar as evoluções na economia e na inflação.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Fed determinada a aumentar taxa de juro novamente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião