CGD vai vender edifício do CaixaBI no coração de Lisboa

  • ECO
  • 18 Julho 2017

O banco vai transferir o CaixaBI para a sede na João XXI, procedendo depois à venda do edifício que ficará desocupado na rua Barata Salgueiro. Venda de imóveis faz parte do plano de reestruturação.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai transferir o CaixaBI do edifício que ocupa na rua Barata Salgueiro para a sede do banco na avenida João XXI. O objetivo é, depois, vender o edifício desocupado “num processo competitivo que ainda não foi iniciado”. A notícia foi avançada pelo Jornal de Negócios (acesso pago), que lembra que também a venda de ativos imobiliários, a par dos financeiros, faz parte do plano de reestruturação acordado com a Comissão Europeia.

Esta transferência de instalações concentrará os cerca de 170 trabalhadores do CaixaBI na sede da CGD em Lisboa, mas facilitará também o programa de redução de trabalhadores do banco público que se estende a todo o grupo, incluindo o banco de investimento e a Caixa Capital. No CaixaBI, o processo de reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo deverá estar para breve para breve.

A CGD está também a vender a participação de 10% que detém no Taguspark e, na última semana, vendeu uma carteira de créditos a empresas e pequena e média dimensão à Bain Capital, por 476 milhões de euros. Como o ECO avançou em primeira mão, a CGD já contratou também a Société Générale para vender as operações que tem em Espanha, nomeadamente o Banco Caixa Geral Espanha.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGD vai vender edifício do CaixaBI no coração de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião