Greve do Metro de Lisboa em agosto desmarcada

  • ECO
  • 25 Julho 2017

No dia 18, os trabalhadores do Metro tinham anunciado uma greve para os próximos dias 1 e 3 de agosto. No entanto, esta terça-feira decidiram desmarcar a greve em plenário.

Afinal, o Metro de Lisboa não vai parar nos dias 1 e 3 de agosto. A greve estava marcada para a próxima semana, mas foi desmarcada esta terça-feira em plenário de trabalhadores. A decisão foi revelada por Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores dos Transportes, esta terça-feira, ao Jornal Económico.

A justificação dada para a desmarcação da greve prende-se com os resultados das reuniões com o Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa. “Houve um compromisso de ir ao encontro das questões ambicionadas pelos trabalhadores especificamente com a falta de trabalhadores em todas as áreas operacionais”, revela Anabela Carvalheira ao mesmo jornal.

Contudo, a possibilidade de voltar a haver uma greve não está excluída. A representante da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores dos Transportes revela que “foram suspensas as greves em resultado das reuniões com o Conselho de Administração”, mas que os sindicatos mantêm-se alerta. “Estaremos atentos aos desenvolvimentos e ao cumprimento dos compromissos”, concluiu.

A 18 de julho, quando foi anunciada a greve, os trabalhadores diziam protestar contra a “desregulação dos horários e relações laborais”, o “não cumprimento dos regulamentos, acordos e protocolos em vigor” e as “condições de segurança deficiente, devido à pressão exercida por operacionais da Direção de Operação”.

Os trabalhadores do Metro de Lisboa apontavam ainda para o problema do “assédio moral” que leva ao “aumento do absentismo e do conflito laboral permanente”, a “utilização indevida de chefias de primeiro nível, em postos de trabalho” e a “falta de trabalhadores em todas as áreas operacionais, estando alguns a ser substituídos por outsourcing”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Greve do Metro de Lisboa em agosto desmarcada

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião