Jerónimo Martins afunda mais de 4% e arrasta PSI-20

No dia em que várias cotadas apresentam os resultados semestrais, a bolsa fechou a cair pela segunda sessão consecutiva.

A Jerónimo Martins afundou mais de 4% esta quinta-feira, depois de ter apresentado lucros que ficaram aquém do esperado pelo mercado, e acabou por arrastar consigo o PSI-20, que soma assim a segunda sessão consecutiva de quedas.

O principal índice acionista português fechou a cair 0,36%, para os 5.250,84 pontos, com nove cotadas em queda, uma inalterada e oito em alta. A penalizar a bolsa esteve, sobretudo, a Jerónimo Martins, que derrapou 4,32%, para 16,62 euros. Na quarta-feira, a retalhista reportou lucros de 173 milhões de euros no primeiro semestre, mas os analistas esperavam mais.

Também a penalizar a bolsa esteve a Galp, que perdeu 0,82% para os 13,35 euros.

A impedir maiores quedas esteve o BCP, que avançou perto de 1%, no dia em que irá apresentar os resultados semestrais. Os analistas antecipam que o banco vai apresentar lucros superiores a 70 milhões de euros no primeiro semestre.

Em alta estiveram também a EPD e a Novabase, que apresentaram ambas lucros na primeira metade do ano.

No resto da Europa, o sentimento foi misto, num dia que ficou marcado pela queda expressiva das ações da AstraZeneca. A farmacêutica afundou um recorde de perto de 16%, depois de ter revelado que um medicamento seu não provou ser mais eficaz do que a quimioterapia no combate ao cancro. A farmacêutica foi uma das empresas que penalizou o Stoxx 600, que recuou 0,18%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Jerónimo Martins afunda mais de 4% e arrasta PSI-20

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião