Lucros do BCP na Polónia caem 41% no trimestre

O Bank Millennium reportou lucros de 173,6 milhões de zlotys no segundo trimestre, abaixo dos 293,8 milhões verificados no mesmo período do ano passado.

O Bank Millennium, banco polaco detido na sua maioria pelo BCP, reportou no último trimestre uma quebra de 41% nos seus lucros, que se fixaram no final de junho em 173,6 milhões de zlotys (45,75 milhões de euros). Há um ano o resultado líquido da instituição financeira polaca tinha sido de 293,8 milhões de zlotys.

A quebra de resultados registada nesse período fica ainda assim acima das estimativas dos analistas. Segundo a Bloomberg, estes antecipavam que o Bank Millennium tivesse registado lucros de 163,5 milhões de zlotys no segundo trimestre deste ano, sendo que o intervalo de estimativas oscilava entre 154 milhões e 172 milhões de zlotys.

Apesar de registar uma quebra dos lucros, a unidade polaca do BCP viu a sua margem financeira líquida crescer em termos homólogos. Nos três meses que terminaram no final de junho, esta fixou-se num total de 420,8 milhões de zlotys. Ou seja, cerca de 10% face aos 382,6 milhões de zlotys verificados no segundo trimestre do ano passado.

Em termos operacionais, o Bank Millennium registou um aumento das receitas com comissões na ordem dos 16%. As comissões líquidas ascenderam no segundo trimestre deste ano a 162,5 milhões de zlotys, o que compara com os 139,8 milhões verificados no período homólogo.

A base de depósitos do banco também cresceu. No final de junho, o Bank Millennium detinha 48,6 mil milhões de zlotys em depósitos, o que corresponde a um aumento de 10% face ao mesmo período do ano passado.

Os resultados da operação do BCP na Polónia acontece poucos dias antes de o banco liderado por Nuno Amado apresentar o balanço da sua atividade relativo ao segundo trimestre. Segundo as estimativas da Bloomberg, o BCP deverá comunicar no próximo dia 27 de julho uma passagem de prejuízos a lucros entre o segundo trimestre do ano passado e o deste ano. A média das estimativas aponta para um resultado líquido de 41 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, o que compara com prejuízos de 243,93 milhões de euros no período homólogo.

O CaixaBI, entretanto, emitiu uma nota onde aplaude as contas do Bank Millennium. O banco de investimento considera o “conjunto de resultados positivo, e ligeiramente acima do consenso de mercado”, salientando “a evolução sólida das receitas core do banco (margem e comissões)”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Lucros do BCP na Polónia caem 41% no trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião