Com atraso de três meses, Toshiba mostra perdas astronómicas

  • Lusa
  • 10 Agosto 2017

A empresa tecnológica japonesa publicou os resultados financeiros relativos ao anterior exercício fiscal após ter adiado a apresentação por três vezes.

A Toshiba registou prejuízos líquidos de 965.660 milhões de ienes (7.474 milhões de euros) no exercício fiscal de 2016, indicam os resultados financeiros apresentados esta quinta-feira, com mais de três meses de atraso.

A empresa tecnológica japonesa publicou os resultados financeiros relativos ao anterior exercício fiscal, que terminou em 31 de março, depois de obter a autorização parcial por parte dos auditores e de ter atrasado a apresentação por três ocasiões.

As graves perdas da Toshiba e os problemas de contabilidade devem-se às dificuldades financeiras da Westinghouse Electric, a divisão nuclear do gigante tecnológico japonês nos Estados Unidos, que entrou com um pedido de proteção contra falência em março.

Para o exercício fiscal em curso, que termina em março de 2018, a Toshiba prevê regressar aos lucros e encaixar 230.000 milhões de ienes (1.779 milhões de euros).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Com atraso de três meses, Toshiba mostra perdas astronómicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião