Total às compras. Gasta seis mil milhões com a Maersk

Os negócios no mercado do petróleo voltam a acelerar com a compra da Maersk pela Total. O preço de aquisição da unidade de petróleo e gás dinamarquesa excedeu as expectativas.

Numa altura em que os preços do petróleo estão baixos, são raros os negócios no setor. Apesar do contexto, a Total não se coibiu de avançar para o seu maior negócio desde 1999 ao chegar a acordo para a compra da unidade de petróleo e gás da Maersk. Vai gastar 6,4 mil milhões de euros.

A Total concordou assumir 2,1 mil milhões de euros da dívida da Maersk e pagar ainda 4,2 mil milhões de euros com ações próprias em troca da unidade de petróleo e gás da empresa dinamarquesa. Um negócio de 6,4 mil milhões de euros que supera as expectativas de alguns analistas, levando as ações a dispararem um máximo de 5,7%.

As ações da Maersk estavam a valorizar pelas 13h15 uns 3,13%, subindo para os 1.776,15 euros por ação. Contudo, desde o anúncio. A Maersk é uma empresa dinamarquesa conhecida sobretudo por se mover no setor da indústria e logística de transportes. O CEO, Soren Skou, diz à Bloomberg que considerou várias opções mas que a venda da unidade de produção de gás e petróleo foi “a melhor opção”.

A Total explora agora o mercado do Mar do Norte após os movimentos de expansão que desde o início do ano já alargaram a rede da empresa para o Uganda e Brasil. O CEO da Total, Patrick Pouyanne, já tinha mostrado disponibilidade para aquisições de forma a aproveitar a desvalorização das empresas de energia petrolífera, que acompanharam as quebras nos preços da matéria-prima.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Total às compras. Gasta seis mil milhões com a Maersk

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião