Insolvências em Portugal triplicam em dez anos

  • Lusa
  • 24 Agosto 2017

Este ano o aumento do número de insolvências deve abrandar, assim como no próximo. Contudo, nos últimos dez anos tem sido sempre a somar: até atingir o triplo dos números de 2007.

As insolvências em Portugal triplicaram em 10 anos, mas deverão abrandar este e no próximo ano, de acordo com um relatório elaborado pela especialista em seguros de crédito Crédito y Caución.

O relatório sinaliza que o número atual de insolvências em Portugal continua a ser o triplo do registado em 2007, mas prevê um sólido decréscimo de 10% e 6% em 2017 e 2018, “o que poderia reduzi-lo para cerca de 270% dos valores anteriores à crise”.

A Crédito y Caución prevê uma redução das insolvências a nível global de 3% este ano e de 2% em 2018, devido à recuperação “cada vez mais robusta na zona euro”. “Assistimos a uma recuperação generalizada da atividade económica global, com forte apoio da produção industrial, do comércio internacional e do investimento“, refere o documento.

Entre os fatores improváveis que poderiam comprometer estas previsões, o relatório cita “um ajustamento monetário desordenado, correções no mercado de valores ou uma acentuada desaceleração na China que diminua a procura global de importações”.

A incerteza política “é também um risco persistente, enquanto decorrerem as negociações do Brexit e as renegociações de acordos comerciais dos Estados Unidos”, refere. Na Grã Bretanha, as previsões apontam para um crescimento das insolvências de 2% em 2017 e de 4% em 2018.

Comentários ({{ total }})

Insolvências em Portugal triplicam em dez anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião