Reabilitação Urbana estabiliza após três meses de forte aumento

  • Lusa
  • 24 Agosto 2017

O crescimento de 24,1% em julho caiu para 0,7% em julho. O crescimento estagna após três meses de forte subida.

O nível de atividade na reabilitação urbana em Portugal registou em julho uma estabilização, depois de três meses de fortes aumentos, apresentando uma variação de menos 0,7% em termos homólogos trimestrais, foi hoje divulgado.

Segundo o barómetro da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), “houve uma estabilização do nível de atividade, quando nos meses de abril, maio e junho se tinham verificado aumentos de 7,7%, 22,6 % e 24,1%, respetivamente. Estes números baseiam-se num inquérito que é feito aos empresários que operam no segmento da reabilitação urbana.

Por seu turno, o indicador que mede a evolução da carteira de encomendas continuou a apresentar “um crescimento bastante significativo”, com uma variação de 26,08% em termos homólogos trimestrais. Já a produção contratada em meses fixou-se em 8,7 meses, o que, segundo o barómetro da AICCOPN, se traduz num aumento de 17,7% em termos homólogos e “corresponde a um novo máximo da série que se iniciou em junho de 2013.

Comentários ({{ total }})

Reabilitação Urbana estabiliza após três meses de forte aumento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião