Já há um condenado no caso das emissões da Volkswagen

  • Lusa
  • 25 Agosto 2017

James Liang, um dos envolvidos no caso das emissões poluentes da Volkswagen, foi condenado a mais de três anos de prisão e a uma multa avultada. Após a libertação pode ainda ser expulso dos EUA.

Um ex-engenheiro da Volkswagen, James Liang foi condenado esta sexta-feira em Detroit a quarenta meses de prisão e uma multa de 200 mil dólares (168 mil euros) pelo seu papel no escândalo das emissões poluentes em veículos diesel.

Segundo fonte judicial, após a libertação, Liang ficará sob vigilância durante dois anos e pode ainda ser expulso dos Estados Unidos para a Alemanha. James Liang, 63 anos, declarou-se culpado em setembro do ano passado e decidiu cooperar com a justiça para evitar uma pena maior. A pena máxima seria de cinco anos de prisão, mas a acusação pediu três anos de cadeia.

O advogado de Liang, Daniel Nixon, afirmou que a sua colaboração permitiu acusar outros responsáveis do grupo automóvel, incluindo Olivier Schmidt, detido no início do ano nos Estados Unidos e que também se declarou culpado, devendo conhecer a sentença em dezembro.

Em setembro de 2015, a Volkswagen admitiu ter equipado cerca de 11 milhões de veículos em todo o mundo com um dispositivo destinado a manipular as emissões poluentes. Nos Estados Unidos, o grupo teve de chamar para reparação 600 mil veículos e sete responsáveis da Volkswagen foram acusados. James Liang, que trabalhou no departamento de desenvolvimento de motores ‘diesel’, foi o primeiro a ser condenado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Já há um condenado no caso das emissões da Volkswagen

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião