PJ desmantela fábrica de contrafação de notas de 20 euros

  • Juliana Nogueira Santos
  • 25 Agosto 2017

Os dois homens que geriam a fábrica, um de 59 e outro de 64 anos, foram detidos e todo o material foi apreendido. Foi-lhes aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A Polícia Judiciária deteve os dois homens que geriam a fábrica de contrafação de notas de 20 euros.PJ

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) desmantelou um esquema de produção de notas falsas na zona da Grande Lisboa, tendo detido os dois homens que a montavam. Já tinham sido detetadas mais de duas centenas de notas contrafeitas em circulação. A detenção foi comunicada às redações esta sexta-feira.

Para produzirem notas de 20 euros, os homens de 59 e 64 anos utilizavam uma máquina de estampar a quente, tipo prensa, um molde, uma guilhotina própria para cortar papel, um computador portátil e uma impressora, para além de diverso material e consumíveis. O material “foi apreendido”, segundo o comunicado da PJ.

“Os dois detidos, de 59 e 64 anos de idade, foram sujeitos a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva“, garante a Polícia Judiciária.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PJ desmantela fábrica de contrafação de notas de 20 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião