Subornos levam herdeiro da Samsung à cadeia por cinco anos

  • ECO
  • 25 Agosto 2017

O tribunal sul-coreano condenou Lee Jae-yong a cinco anos de prisão pela acusação de que pagou 38 milhões de dólares em subornos à antiga presidente da Coreia do Sul.

O vice-presidente da Samsung foi condenado pela justiça sul-coreana esta sexta-feira, segundo o The New York Times. Os cinco anos de cadeia contrastam, segundo o jornal norte-americano, com uma histórica mão mais leve com as principais figuras do país por parte dos tribunais. Lee Jae-yong é o herdeiro do império empresarial da tecnológica.

É a segunda baixa de peso neste caso da justiça da Coreia do Sul. O processo que levou à destituição da ex-presidente sul-coreana, Park Geun-hye, é o mesmo que faz agora estragos na família que lidera a Samsung. O Ministério Público queria 12 anos de prisão para Lee Jae-youg, mas a sentença ficou-se pelos cinco anos. Entre os crimes está corrupção, desfalque, ocultação de ativos no estrangeiro e perjúrio.

O escândalo de corrupção tem origem na operação de fusão entre duas empresas em 2015, a C&T e a Cheil Industries. A fusão foi denunciada, nomeadamente por vários acionistas. Segundo a investigação, a Samsung pagou subornos para obter a aprovação do negócio por parte das autoridades governamentais.

Lee Jae-yong, de 49 anos, é vice-presidente da Samsung Electronics e filho do presidente do grupo Samsung. De salientar que Lee Jae-Yong tornou-se patrão de facto da Samsung, depois de o seu pai, ainda presidente da Samsung, ter sofrido um ataque de coração em 2014.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Subornos levam herdeiro da Samsung à cadeia por cinco anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião