A caminho do Web Summit: 12 eventos que não pode perder na rentrée

  • ECO
  • 31 Agosto 2017

Em plena rentrée e, a caminho da próxima edição do Web Summit, o ECO reúne um guia com os próximos eventos de empreendedorismo em Portugal.

A pouco mais de dois meses do Web Summit, no início de novembro, as cidade de Lisboa, Porto e Coimbra acolhem eventos para novos empreendedores em áreas tão variadas como a saúde ou a tecnologia. O ECO reúne um conjunto de 12 eventos, pagos ou gratuitos, indicados a públicos de várias idades que pretendam desenvolver as suas ideias e transformá-las em potenciais oportunidades de negócio.

Setembro

De 4 de setembro a 16 de outubro, a Associação Empresarial de Portugal vai promover uma sessão coletiva gratuita de Mentoring e Coaching no edifício central do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC). Num total de 15 sessões, o evento cobre cinco grandes áreas: Indivíduo, Pitch, Competências, Recursos e Projeto. As sessões estão abertas a empresários e empreendedores e os projetos de negócio enquadrados na Estratégia Regional para a Especialização Inteligente do Norte poderão ser selecionados para oito prémios Norte Empreendedor, no valor de 5.000 euros cada. Mais informações sobre o evento aqui. O mesmo evento chegará até novembro a outras cidades no norte do país.

A 5 de setembro decorre a sétima edição da Canopy Lisbon Startup Series Demo Night. O evento decorre nas instalações da Microsoft, em Cabo Ruivo (Lisboa), entre as 18h e as 20h30. Prevê-se que apresentem até seis startups nas áreas da tecnologia e das ciências da vida. O formato das apresentações consiste em exposições de cinco minutos, seguidas de outros cinco minutos de perguntas e respostas. Entre as apresentações haverá espaço para momentos de networking entre os presentes.

Na área da saúde digital, a Porto Design Factory acolhe a nova edição do Startup Pirates Digital Health. De acordo com a organização, o evento “está aberto à participação de quem tiver uma ideia numa fase inicial ou a quem, sem uma ideia, queira aprender como criar um produto para a área da saúde”. De 9 a 16 de setembro, o evento oferece formação aos participantes no sentido de tornar as suas ideias de negócio em empresas competitivas. O evento conta com palestras, workshops, sessões com mentores, momentos de convívio, e um pitch final. As inscrições terminam a 31 de agosto.

A edição deste ano do Pixels Camp, que organiza pela primeira vez o Pixels Camp Launchpad, realiza-se a 25 de setembro. O Pixels Camp organiza três dias ‘non stop’ de conferências e workshops sobre tecnologias emergentes e uma maratona de programação que “tem como objetivo estimular a criatividade dos mais talentosos programadores da comunidade digital”.

No mesmo dia terá lugar a segunda edição do F3E – Feira de Emprego e Empreendedorismo para a Engenharia, no Departamento de Engenharia Eletrotécnica da Universidade de Coimbra. Tratam-se de dois dias preenchidos com com workshops, palestras e uma feira de emprego com oportunidades nas áreas ligadas à engenharia.

Entre 28 de setembro e 1 de outubro entra em ação o DIG Lisbon 2017, um encontro que conta com o apoio da portuguesa Beta-i. O evento é focado em construir melhores relações entre os meios de comunicação social e as startups. A ideia é que, durante os três dias de evento, os founders e os jornalistas e especialistas na cobertura dos temas aproveitem para dar a conhecer os respetivos trabalhos e, claro, possam potenciar as redes de contactos.

Na viragem para o mês de outubro, Coimbra recebe o Hack 4 Ageing Well. De 30 de setembro a 1 de outubro, Instituto Pedro Nunes será ocupado por um hackathlon de 24 horas. O evento, organizado pela belga AAL PROGRAMME, pretende juntar o desenvolvimento de soluções tecnológicas com a promoção de um envelhecimento ativo. As inscrições estão abertas até 15 de setembro. A organização espera 50 participantes de áreas como a engenharia, o design e o marketing. Na lista de parceiros deste envento estão a Impact Hub Lisboa, a Landing Jobs, MAkeSense Lisboa, Startup Lisboa, Startup Braga, Porto Design Factory eUptec.

Outubro

A começar o mês de outubro, no dia 3, a ETIC será palco para uma nova edição da Canopy Lisbon Startup Series Demo Night. O evento terá o mesmo formato da edição anterior.

A 9 de outubro haverá o Congresso Franchising E Empreendedorismo, organizado pela Associação Portuguesa de Franchising. O evento decorrerá no pátio central do Palácio da Bolsa, no Porto, e está aberto a estudantes universitários, empreendedores, fornecedores e interessados ligados ao franchising. Haverá tempo para palestras com especialistas nacionais e internacionais na área.

No dia 12 de outubro, o simpósio “Empreendedorismo Farmacêutico: Fazer Melhor” decorre no Centro de Congressos de Lisboa. Ao longo de todo o dia os participantes poderão assistir a quatro painéis de oradores nacionais e internacionais, com temas nas áreas da saúde e do empreendedorismo. O programa completo está disponível aqui.

No Porto, a International Coaching University de Portugal organiza a StartUP Coaching. O evento decorre na Associação Nacional de Jovens Empresários nos dias 13 e 14 de outubro. Segundo a organização, pretende-se que “os participantes possam desenvolver competências de liderança, acelerar processos de mudança e explorar eficientemente os seus skills e recursos pessoais”.

Novembro

O mês de novembro fica marcado pela próxima edição do Web Summit que, pela segunda vez, se realiza em Lisboa. A conferência nas áreas da tecnologia e da inovação decorrerá novamente em Lisboa entre os oradores confirmados recentemente encontram-se Al Gore e Garry Kasparov. É esperada a presença de mais de 60 mil participantes de 170 países num evento que ocupará 18 palcos na FIL.

O ECO recusou os subsídios do Estado. Contribua e apoie o jornalismo económico independente

O ECO decidiu rejeitar o apoio público do Estado aos media, porque discorda do modelo de subsidiação seguido, mesmo tendo em conta que servirá para pagar antecipadamente publicidade do Estado. Pelo modelo, e não pelo valor em causa, cerca de 19 mil euros. O ECO propôs outros caminhos, nunca aceitou o modelo proposto e rejeitou-o formalmente no dia seguinte à publicação do diploma que formalizou o apoio em Diário da República. Quando um Governo financia um jornal, é a independência jornalística que fica ameaçada.

Admitimos o apoio do Estado aos media em situações excecionais como a que vivemos, mas com modelos de incentivo que transfiram para o mercado, para os leitores e para os investidores comerciais ou de capital a decisão sobre que meios devem ser apoiados. A escolha seria deles, em função das suas preferências.

A nossa decisão é de princípio. Estamos apenas a ser coerentes com o nosso Manifesto Editorial, e com os nossos leitores. Somos jornalistas e continuaremos a fazer o nosso trabalho, de forma independente, a escrutinar o governo, este ou outro qualquer, e os poderes políticos e económicos. A questionar todos os dias, e nestes dias mais do que nunca, a ação governativa e a ação da oposição, as decisões de empresas e de sindicatos, o plano de recuperação da economia ou os atrasos nos pagamentos do lay-off ou das linhas de crédito, porque as perguntas nunca foram tão importantes como são agora. Porque vamos viver uma recessão sem precedentes, com consequências económicas e sociais profundas, porque os períodos de emergência são terreno fértil para abusos de quem tem o poder.

Queremos, por isso, depender apenas de si, caro leitor. E é por isso que o desafio a contribuir. Já sabe que o ECO não aceita subsídios públicos, mas não estamos imunes a uma situação de crise que se reflete na nossa receita. Por isso, o seu contributo é mais relevante neste momento.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A caminho do Web Summit: 12 eventos que não pode perder na rentrée

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião