Governo vai isentar de IRS rendimentos até 630 euros mensais

  • ECO
  • 2 Setembro 2017

A isenção do IRS vai passar dos atuais 8.500 para um número perto de 8.900 euros anuais. Assim, os contribuintes com rendimentos até 630 euros mensais não vão pagar imposto.

A decisão está fechada, ainda que o desenho final não esteja concluído. A isenção de pagar IRS vai ser alargado a mais famílias com rendimentos inferiores, avança o Expresso este sábado. A solução já está acordada entre o Governo e os parceiros parlamentares, segundo uma fonte governamental. Contudo, BE e PCP avisam que esta medida não pode ser aceite como “moeda de troca” para um “alívio significativo” do IRS nos escalões mais baixos.

A notícia tinha sido avançada esta semana: o Executivo e os partidos à esquerda estavam a negociar uma subida do mínimo de isenção do IRS. Em cima da mesa de negociação estava a possibilidade de o valor do chamado “mínimo de existência” ser calculado em função do Indexante de Apoios Sociais (IAS). Esta é uma forma de aliviar mais alguns contribuintes com rendimentos mais baixos.

Apesar de haver acordo na geringonça, fonte do Bloco do Esquerda refere ao semanário que esta medida “não responde à classe média”. “Não tem o peso orçamental de um desdobramento de escalões como o que o Bloco exige“, assinala, acrescentando que o partido não aceitaria a medida se fosse apresentada como uma “moeda de troca”. O objetivo do BE é reverter a reforma do IRS aplicada por Vítor Gaspar em 2012.

Fonte dos bloquistas explicou ao Expresso que “o importante é que se estabeleça um montante global para que o alívio seja sentido pelas pessoas”. “Depois esse alívio pode ser conseguido com várias medidas, alterando os escalões, taxas, deduções”, exemplifica.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Governo vai isentar de IRS rendimentos até 630 euros mensais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião