Buffett e Zuckerberg contra Trump e em defesa do DACA

  • ECO
  • 4 Setembro 2017

Cerca de 300 grandes empresas dos EUA pedem ao presidente que não cesse as condições do programa que protege imigrantes em solo norte-americano que tenham chegado enquanto crianças.

Nomes como Warren Buffett, Mark Zuckerberg e Marry Barra são apenas alguns dos grandes empresários norte-americanos que se juntaram para que Donald Trump não coloque um ponto final no DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals). Segundo o Business Insider, as perdas para a economia do país poderão ascender a valores na ordem dos milhares de milhões de dólares.

O DACA, criado durante a presidência de Barack Obama, consiste num programa de proteção de imigrantes que tenham entrado nos EUA ilegalmente enquanto crianças. Segundo informações reveladas pelo Politico e pelo Axios no passado domingo, Donald Trump anunciou a sua intenção de acabar com o programa, do qual beneficiam cerca de 80.000 imigrantes.

Grandes empresários de todo o país contestam a possível decisão. Numa carta aberta conjunta, dirigida também a Paul Ryan, Nancy Pelosi, Mitch McConnell e Charles Schumer, os empresários interpelam Trump, sublinhando o papel “vital” das pessoas ao abrigo do programa, tanto para o futuro das empresas norte-americanas, como para o da economia dos EUA. “Todos os beneficiários do DACA cresceram nos Estados Unidos, registaram-se com o nosso Governo, preencheram extensos inquéritos pessoais, e estão continuamente a retribuir às nossas comunidades e a pagar impostos”, pode ler-se na carta. Estes beneficiários são agora apelidados de dreamers.

Em causa poderá estar uma perda no PIB de 460,3 mil milhões de dólares e uma quebra de 24,6 mil milhões de dólares em contribuições para a Segurança Social e para o Medicare, afirmam os emitentes da carta a Donald Trump.

O documento foi apoiado pelos grandes empresários norte-americanos. Na rede social Facebook, Mark Zuckerberg mostra-se a favor da causa, afirmando que muitos dos dreamers “têm um amor especial” pelos EUA, uma vez que não podem tomar como garantida a sua estadia no país. “Precisamos de um Governo que proteja os dreamers”, defende.

Comentários ({{ total }})

Buffett e Zuckerberg contra Trump e em defesa do DACA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião