Luís Onofre:”Horas extraordinárias são taxadas de forma injusta”

  • ECO
  • 9 Setembro 2017

Para Luís Onofre, presidente da APICCAPS, há falta de mão-de-obra na indústria do calçado. Onofre diz ainda que "as horas extraordinárias são taxadas de forma injusta".

Luís Onofre, presidente da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS), diz que há falta de mão-de-obra no setor. Onofre que assumiu o cargo de presidente da associação do setor, há quatro meses, sucedendo a Fortunato Frederico diz na sua primeira entrevista ao Dinheiro Vivo, deste sábado que : “as horas extraordinárias são taxadas de forma injusta em Portugal”.

“Esse é o nosso grande problema, há défice enorme nessa área. As pessoas que temos são poucas o que nos obriga a recorrer a horas extraordinárias, e temos até tentado sensibilizar o Governo para que as horas sejam um prémio para os funcionários e não taxadas de forma injusta que são”, referiu.

"Esse é o nosso grande problema, há défice enorme nessa área. As pessoas que temos são poucas o que nos obriga a recorrer a horas extraordinárias, e temos até tentado sensibilizar o Governo para que as horas sejam um prémio para os funcionários e não taxadas de forma injusta que são.”

Luís Onofre

Presidente da APICCAPS

O novo presidente da APICCAPS disse ainda que: “Ainda temos muito para fazer ao nível das marcas”. Para isso garante a indústria vai apostar forte no mercado dos Estados Unidos. E Onofre justifica a escolha: “este é o mercado onde todas as marcas de luxo têm a sua maior representação”.

Uma das prioridades do empresário para o setor passa pela Industria 4.0. para onde tem disponíveis 49 milhões de euros. Ao Dinheiro Vivo, Onofre afirmou que: “Esse é o investimento global até 2020, e que abarca diversas realidades como a inovação, com o desenvolvimento de novos materiais e de novos equipamentos e um grande foco na área digital”.

Ainda assim, Onofre referiu que o roteiro para a economia digital, designado de FooTure 4.0 ainda não está concluído. “Está a ser, ainda ultimado, porque quisemos ouvir os empresários e as suas ideias e estamos agora a incorporar as proposta recolhidas na reunião do Conselho Consultivo”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Luís Onofre:”Horas extraordinárias são taxadas de forma injusta”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião