5 coisas que vão marcar o dia

  • Juliana Nogueira Santos
  • 26 Setembro 2017

Terça-feira é dia de pôr os cheques e os cartões vermelhos na mesa, com o Brexit e o Football Leaks em discussão. É também dia de tomada de posse em Angola.

No Reino Unido, as negociações sobre o Brexit continuam com Theresa May a pôr o cheque em cima da mesa, enquanto em território europeu o dossier Football Leaks vai estar em cima da mesa para discussão dos eurodeputados. Por cá, Carlos Costa poderá utilizar o discurso de encerramento do congresso organizado pela instituição para “se retratar”, como pediram as Finanças.

Carlos Costa poderá “retratar-se”

Decorre esta terça-feira o segundo e último dia da Conferência sobre Gestão de Risco nos Bancos Centrais que irá contar com Erikki Liikanen, governador do banco central finlandês, Sharon Donnery, governadora do banco central irlandês. Para além disto, Carlos Costa irá discursar no encerramento da conferência, depois de ter afirmado que “a tentação de reduzir a independência dos bancos centrais não é só dos países do sul”. Fonte oficial das Finanças afirmou ao ECO que seria esperável que Costa “se retrate das declarações”. Iremos perceber se o faz.

João Lourenço toma posse como presidente de Angola

Depois de ter vencido as eleições gerais de 23 de agosto com 61% dos votos, João Lourenço vai tomar posse como presidente de Angola. Os resultados foram altamente disputados pelos seus oponentes, mas acabaram por dar maioria absoluta ao candidato do MPLA. O seu homónimo português, Marcelo Rebelo de Sousa, e Durão Barroso estão entre os convidados da cerimónia que começará às 10h40 locais, terminando com um banquete oficial no Palácio Presidencial.

Tusk e May põem as cartas (e os cheques) na mesa

À medida que as negociações sobre os termos da saída do Reino Unido da União Europeia prosseguem, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, vai reunir-se com Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, para discutir o tema. Fonte do Executivo de May afirmou na semana passada que o Reino Unido está disposto a pagar 20 mil milhões de euros à União Europeia para saldar os custos da saída, resta agora saber se é suficiente.

Football Leaks chega ao Parlamento Europeu

A comissão de inquérito do Parlamento Europeu aos Documentos do Panamá (PANA), que está a investigar casos relativos ao branqueamento de capitais, à elisão e à evasão fiscais no futebol, organiza uma audição pública sobre as revelações do Football Leaks que terá como tema principal o planeamento fiscal e a violação do direito europeu. Vão estar presentes representantes da FIFA, da UEFA e da Associação Europeia de Agentes de Futebol disponíveis para responder às perguntas dos eurodeputados sobre a transparência do mercado de transferências, o financiamento dos clubes de futebol europeus e os direitos de imagem dos jogadores, entre outros.

Nike vai tropeçar nos resultados?

Na fase final de apresentação das contas relativas à primeira metade do ano nos EUA, a Nike relata como correram as primeiras passadas do ano. Com concorrentes de alta performance, como a Adidas e a Under Armour, os analistas esperam que as receitas aumentem, mas que os lucros sofram um golpe.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião