Nissan cai 5,4% em Tóquio após irregularidades em inspeções

  • Lusa
  • 2 Outubro 2017

A Nissan admitiu que alguns modelos passaram revisões de segurança nas instalações do fabricante no Japão por pessoal que não tinha as qualificações. Venda de novos veículos no Japão foi suspensa.

As ações da Nissan Motor caíram esta segunda-feira até 5,4% na bolsa de Tóquio, na sequência da suspensão da venda de novos veículos no Japão, depois de a empresa ter admitido irregularidades nas inspeções de alguns modelos.

No intervalo a meio da sessão, as ações da Nissan tinham caído 3,05% e situavam-se em 1.080,5 ienes (8,13 euros), embora tenham chegado a cair até 5,4% durante a primeira sessão.

Na sexta-feira, a Nissan admitiu que alguns dos seus modelos passaram revisões de segurança nas instalações do fabricante no Japão por pessoal que não tinha as qualificações necessárias, o que constitui uma violação da normativa japonesa e poderá obrigar a uma chamada à revisão em massa.

O problema foi detetado pelo Ministério da Terra, Infraestrutura, Turismo e Transporte, durante várias inspeções nas fábricas, e afeta cerca de 60.000 veículos em fábricas e concessionários, à espera de serem comercializados, assim como milhares de automóveis que já tinham sido vendidos.

Entre os modelos afetados estão o Note, o Skyline ou o elétrico Leaf, todos eles fabricados em seis fábricas japonesas da Nissan, onde foram registadas irregularidades. “Os veículos afetados serão inspecionados de novo e as matrículas vão ser retomadas assim que estejam concluídos os controlos”, disse a Nissan em comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nissan cai 5,4% em Tóquio após irregularidades em inspeções

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião