Ações da construtora SDC disparam 265%. Nem a empresa sabe porquê

  • ECO
  • 3 Outubro 2017

A Soares da Costa Construções está a brilhar em bolsa. As ações da empresa estão a valorizar há quase uma semana, mais do que triplicando de valor. Mas não há explicação aparente para este movimento.

Em menos de uma semana, a Soares da Costa Construções, conhecida como SDC, mais do que triplicou de valor em bolsa. Têm sido subidas atrás de subidas que levaram as ações da empresa para máximos de 2015, aproximando-se da fasquia dos dez cêntimos. Valorizações expressivas que, contudo, não têm razão aparente, já que, segundo as explicações da própria empresa, não há informação relevante que justifique este movimento. Certo é que há muita liquidez.

Os títulos da SDC cederam 7,14% para 2,6 cêntimos na última terça-feira, 27 de setembro. Mas desde então, só sabem valorizar. Avançara 7,69% na sessão seguinte, tendo disparado nas sessões seguintes: 32,14% e 59,46%, estando a valorizar 61,02% esta terça-feira, 3 de outubro, para os 9,5 cêntimos, um valor que não era alcançado desde o verão de 2015.

Ações da SDC disparam

Porquê uma subida tão forte? Não há razões aparentes para tal desempenho. “A subida abrupta da cotação parece resultar de um movimento de mercado de natureza especulativa”, diz António Castro Henriques, presidente executivo da SDC Investimentos, em declarações por e-mail ao Jornal de Negócios. “Não há nenhum facto relevante da empresa ‘pendente de anúncio'”, acrescentou.

Em comunicado entretanto emitido esta tarde, a SDC Investimentos esclarece que não há informação relevante que possa justificar este movimento. “A SDC Investimentos informa que não tem, nesta data, qualquer informação privilegiada ou materialmente relevante que, em seu entender, possa ter influenciado de forma sensível a cotação ou o volume de transações das ações da SDC Investimentos, ou possa vir a influenciar essa mesma cotação ou volume de transações”, refere a empresa, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Este desempenho expressivo em bolsa está a ser feito com muita liquidez. Nestas últimas sessões, e quando a média de títulos negociados diariamente no último ano é de 490 mil, os volumes têm rondado os três milhões. Esta terça-feira, perante a subida de mais de 60% das ações, trocaram já de mãos 7,1 milhões de títulos.

O capital da SDC é representado por 160 milhões de títulos, sendo que 76,998% do capital está nas mãos de um único acionista, a Investéder, que lançou uma OPA sobre a empresa a um valor de 2,7 cêntimos por ação — os títulos estão a 9,5 cêntimos. Os 14 milhões de títulos que trocaram de mãos nestas sessões são equivalentes a 8,7% do total de ações.

(Notícia atualizada com comunicado da SDC Investimentos à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ações da construtora SDC disparam 265%. Nem a empresa sabe porquê

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião