Isabel dos Santos quer Sonangol a produzir barril de petróleo entre 40 a 50 dólares

  • Tiago Varzim
  • 9 Outubro 2017

A presidente executiva da empresa estatal angolana anunciou que o objetivo da Sonangol é produzir barris entre 40 a 50 dólares.

Isabel dos Santos a discursar na conferência FT Africa Summit.DR

A presidente executiva da Sonangol pretende diminuir os custos de produção de petróleo de forma a produzir barris entre 40 a 50 dólares.

Isabel dos Santos anunciou este objetivo na conferência do Financial Times, esta segunda-feira, sobre África, de acordo com a Reuters. Nas últimas semanas, a gestora tem implementado várias mudanças na empresa, fruto de um processo de reestruturação aplicado na empresa estatal.

“Estamos a restruturar os nossos termos e condições para os tornar mais atrativos”, afirmou Isabel dos Santos, à margem da FT Africa Summit onde falou no painel sobre ‘Oil, Gas and Minerals: Extracting Value’. Por causa da queda do preço do barril de petróleo a nível internacional nos últimos anos, ainda que esteja a recuperar este ano, a Sonangol registou prejuízos.

No passado, segundo Isabel dos Santos, os projetos tinham investimentos que atualmente são “pesados” para a empresa, e que resultavam num custo do barril de 70 a 80 dólares. O objetivo agora passa por reduzir o breakeven dos custos para entre 40 a 50 dólares. Esta segunda-feira, o brent estava a negociar nos 55 dólares e o WTI EUA nos 49 dólares.

Isabel dos Santos revelou que alguns projetos têm uma meta mais ambiciosa que coloca os custos de produção entre 20 a 30 dólares. O objetivo é que os novos contratos tornem a Sonangol mais atrativa para os investidores e as empresas de petróleo e gás.

Comentários ({{ total }})

Isabel dos Santos quer Sonangol a produzir barril de petróleo entre 40 a 50 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião