“Este processo infringiu todas as regras de decência”

A defesa de Ricardo Salgado deu hoje uma conferência de imprensa. Advogado diz que o ex líder do BES "não praticou qualquer crime". Veja o vídeo e leia os principais argumentos da defesa.

Ricardo Salgado e os advogados de defesa estiveram esta quinta-feira numa conferência de imprensa, mas sem direito a perguntas, no dia a seguir a ser conhecida a acusação a Ricardo Salgado por 21 crimes no âmbito da Operação Marquês.

As ideias centrais da defesa:

  • “Ricardo Salgado não praticou qualquer crime e esta acusação é totalmente infundada quanto a si.”
  • “O meu cliente foi uma espécie de boia de salvação para um processo que se estava a afogar nas suas múltiplas teses contraditórias e ainda para outras pessoas.”
  • “Este processo infringiu todas as regras da decência: verificou-se uma sistemática violação do segredo de justiça, numa chocante promiscuidade com alguns órgãos de comunicação social.”
  • “Este processo ficará na história da Justiça Portuguesa como um dos piores exemplos de violações de direitos e garantias que qualquer cidadão, pobre ou rico, deve ter num Estado de Direito Democrático, no século XXI.”
  • “Quem conduz as investigações contra o Ricardo Salgado tem tentado condicioná-lo, através de todo o tipo de procedimentos. Desde medidas de coação desnecessárias desproporcionadas face ao comportamento exemplar do arguido.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Este processo infringiu todas as regras de decência”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião