Arábia Saudita constrói cidade de raiz com 500 mil milhões

  • Lusa
  • 24 Outubro 2017

A cidade vai chamar-se Neom e tem como objetivo investir em nove setores de investigação que querem contribuir para "o futuro da civilização humana".

A Arábia Saudita anunciou esta terça-feira que vai investir 500 mil milhões de dólares num megaprojeto de construção de uma cidade junto às fronteiras com o Egito e a Jordânia, incluindo as ilhas de Tirán e Sanafir.

O projeto, anunciado esta terça-feira pelo príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, com o nome NEOM e financiado quase exclusivamente pelo Fundo de Investimentos Públicos, está dentro do plano económico saudita até 2030, cujo objetivo é diversificar a economia, centrada quase exclusivamente na exportação de hidrocarbonetos.

Neom vai ser construída do zero, num projecto feito de raiz, permitindo uma oportunidade única para ser distinguido de todos os outros locais que têm sido desenvolvidos e construídos durante os últimos cem anos

Mohammed bin Salman

“Neom vai ser construída do zero, num projecto feito de raiz, permitindo uma oportunidade única para ser distinguido de todos os outros locais que têm sido desenvolvidos e construídos durante os últimos cem anos”, disse o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, tal como avança a Bloomberg.

A região de NEOM “vai centrar-se em nove setores de investigação cujo objetivo será o futuro da civilização humana, incluindo o futuro da energia e da água, do transporte, as biotecnologias, a alimentação, as ciências técnicas e digitais, a industrialização avançada, a informação e produção mediática, o entretenimento e a vida”, disse bin Salman.

O príncipe, que é também o ministro da Defesa, acrescentou que com este projeto pretende-se “estimular o crescimento e a diversificação económica, habilitar os processos de produção e criar e promover a indústria local a nível global”.

A região NEOM vai estender-se por uma área de 26.500 quilómetros quadrados, junto ao Mar Vermelho e ao Golfo de Áqaba, que será o ponto de onde vai partir a futura ponte Rei Salomão, para ligar a Arábia Saudita à península egípcia do Sinai.

Esta iniciativa inclui as controversas ilhas de Tirán e Sanafir, no mar Vermelho, que foram cedidas ao reino saudita pelo presidente egípcio Abdelfatah al Sisi.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Arábia Saudita constrói cidade de raiz com 500 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião