CTT afunda 20%. A queda em cinco números

Os CTT estão em forte queda na bolsa. As ações estão no valor mais baixo de sempre, depois da empresa de correios ter revelado uma quebra nos resultados que levou ao corte do dividendo.

Está a ser um dia negro para a empresa de correios portuguesa. Os CTT estão a afundar em bolsa, chegando a cair mais de 20% para o valor mais baixo alguma vez registado desde a entrada no mercado de capitais. Uma queda abrupta após os resultados dos primeiros nove meses que levaram a cotada a anunciar um corte no dividendo. Conheça os números da queda da empresa liderada por Francisco Lacerda.

57%

Os CTT registaram lucros de 19,5 milhões de euros entre janeiro e setembro, um valor que representa uma quebra de 57% face ao mesmo período do ano passado. Já o EBITDA (resultado antes de lucros, impostos, depreciações e amortizações) caiu de 82,9 milhões para 59,3 milhões no final de setembro deste ano.

-6,1%

Segundo a informação transmitida pelos CTT à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), no conjunto dos nove primeiros meses do ano a empresa de correios realizou um total de 555,4 milhões de entregas de correspondência, o que corresponde a uma queda de 6,1% em relação ao ano passado.

38 cêntimos

Perante a quebra nos lucros, a empresa de correios vai avançar com um programa de corte de custos. Mas, ao mesmo tempo, anunciou que vai cortar o dividendo de 48 cêntimos por ação, que tinha pago este ano com base nas contas do ano passado, para um dividendo de 38 cêntimos por ação. É uma redução de 20%.

3,954 euros

As ações dos CTT arrancaram a negociação com uma queda de 11% para 4,50 euros, mas a tendência negativa chegou a levar os títulos a apresentarem uma queda ainda mais forte: 21,8%. Os CTT chegaram a negociar abaixo dos quatro euros. Chegaram a 3,954 euros, o valor mais baixo alguma vez atingido pela cotada desde que entrou no mercado de capitais.

10 vezes

A queda dos CTT está a ser acompanhada de um forte volume. Apesar de ser feriado em Portugal, já trocaram de mãos mais de 7,2 milhões de títulos da empresa de correios, o que é praticamente dez vezes a média diária registada no último ano. Os CTT negoceiam, em média, cerca de 800 mil títulos em cada sessão.

Comentários ({{ total }})

CTT afunda 20%. A queda em cinco números

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião