Paddy Cosgrave: “Lisboa tem outros espaços para onde o Web Summit pode crescer”

Questionado sobre a continuidade do Web Summit além de 2018, o CEO do evento disse que a organização está a considerar novos espaços para crescer em Lisboa.

“Lisboa tem outros espaços para onde o Web Summit pode crescer. E essa é uma possibilidade que devemos, com certeza, considerar”, explica Paddy Cosgrave, em resposta à pergunta do ECO sobre se o Web Summit poderá continuar a crescer em dimensão depois de 2018.

Esta manhã, o CEO do Web Summit esteve numa conferência de imprensa para fazer o balanço desta edição do evento e para responder às dúvidas dos jornalistas. No balanço final, Cosgrave sublinhou a participação de mais de 59.000 assistentes durante os quatro dias do evento. “Ouvimos speakers incríveis ao longo dos quatro dias. 34% dos speakers são mulheres e mais de 40% dos assistentes também. Esta acima de todas as conferências de tecnologia do mundo”, acrescentou.

Mas, quando questionado sobre se a organização do evento continuará em Lisboa, Paddy foi evasivo. “Se perguntares a um jogador o que é que ele vai fazer no final do jogo, ele nem consegue pensar nisso antes de o jogo acabar. Não tenho planos para as próximas 12 horas”, respondeu Paddy à pergunta relacionada com a continuidade do evento em Portugal além de 2018.

O evento, que trouxe mais de 60.000 à FIL e ao Altice Arena, termina na tarde desta quinta-feira com a presença do Presidente da República.

Comentários ({{ total }})

Paddy Cosgrave: “Lisboa tem outros espaços para onde o Web Summit pode crescer”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião