Fenprof e FNE levantam greve parcial à componente não letiva

  • Lusa
  • 21 Novembro 2017

Em função da evolução das negociações sobre o horário do trabalho dos professores, "no final do primeiro período, decidiremos se retomaremos a greve ou não", disse Mário Nogueira.

A Federação Nacional dos Professores decidiu levantar a greve às atividades com os alunos inscritos na componente não letiva dos professores depois de o Governo aceitar pela primeira vez discutir os horários de trabalho dos docentes.

No final de uma reunião no Ministério da Educação, o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, afirmou que face à disponibilidade manifestada hoje pela tutela para negociar várias matérias do interesse dos professores a estrutura sindical decidiu levantar a greve a decorrer desde 6 de novembro e que deveria terminar a 15 de dezembro.

Em função da evolução das negociações, “no final do primeiro período, decidiremos se retomaremos a greve ou não”, disse Mário Nogueira.

A Federação Nacional da Educação (FNE) anunciou também, pela sua parte, o levantamento da greve. À saída da reunião com a secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, disse aos jornalistas que o processo de negociação para a revisão dos horários dos professores deverá iniciar-se em janeiro, garantia suficiente para a federação decidir levantar a greve.

Os sindicatos da educação começaram hoje um processo negocial com o governo relacionado com os horários de trabalho e a progressão na carreira de alguns docentes, bem como aspetos referentes aos concursos.

Notícia atualizada às 18.00 com as declarações de João Dias da Silva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fenprof e FNE levantam greve parcial à componente não letiva

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião