Produção automóvel nacional dispara 71% à boleia do T-Roc

  • Ana Batalha Oliveira
  • 14 Dezembro 2017

Enquanto a produção nacional dispara, as exportações mantêm-se elevadas. 96,5% dos veículos fabricados em Portugal entre janeiro e novembro viajaram diretamente para o mercado externo.

O T-Roc, o veículo produzido na Autoeuropa que exige a controversa alteração nos horários, fez disparar a produção automóvel nacional em 70,9% no mês de novembro, em comparação com 2016.

As fábricas nacionais produziram 22.967 veículos ligeiros e pesados em novembro de 2017 — um aumento de 70,9% em comparação com o ano anterior. De janeiro a novembro de 2017 foram produzidos 160.236 veículos, um total quase 20% superior ao do mesmo período de 2016, assinala a Associação Comércio Automóvel de Portugal (ACAP) em comunicado.

Dos 22.967 veículos produzidos em novembro, apenas 21.846 foram vendidos. E nem todos aqueles que saíram das fábricas portuguesas se ficaram pelas estradas nacionais. Pelo contrário, 96,5% dos veículos fabricados em Portugal entre janeiro e novembro viajaram diretamente para o mercado externo.

A Europa continua a ser o melhor cliente. Compra 86,1% da produção portuguesa, com a Alemanha na linha da frente (21,3%) seguida de longe pela Espanha (13,6%) e França (11,6%). Fora do velho continente destaca-se a China, com 9,6% das encomendas. A ACAP relembra que o setor “contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa

Comentários ({{ total }})

Produção automóvel nacional dispara 71% à boleia do T-Roc

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião