Esta empresa japonesa vai pagar salários em bitcoin

  • Juliana Nogueira Santos
  • 15 Dezembro 2017

Os colaboradores da GMO irão poder trocar uma parte do seu salário em yen por bitcoin, recebendo também um bónus de 10% como um incentivo.

A moeda virtual mais popular do momento divide opiniões, mas são muitos os que continuam a depositar a sua confiança na bitcoin. A GMO Internet Group, uma gigante japonesa da web, anunciou esta semana que vai permitir aos seus colaboradores receber parte dos salários em bitcoin, como medida de promoção da criptomoeda.

O sistema, que irá ser implementado a partir de fevereiro de 2018, vai ser gradualmente expandido aos 4.000 trabalhadores da empresa. Os colaboradores irão assim poder trocar uma porção do seu salário em yen por bitcoin, entre 10.000 e 100.000 yens — 75,56 e 755,63 euros. Receberão também um bónus de 10% como um incentivo.

“O GMO Internet Group irá contribuir para o desenvolvimento das moedas virtuais no mundo, promovendo esforços relacionados com as moedas virtuais em todo o grupo”, pode ler-se no comunicado da empresa. Para tal, a empresa irá proceder a uma ICO para registar a sua moeda, a “GMO coin”, e ser utilizada como parte do sistema.

A empresa japonesa entrou no mundo das criptomoedas em maio de 2017 com a abertura de um. Está prevista também a abertura de uma operação de mining em janeiro do próximo ano, bem como a inauguração de um banco online em julho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Esta empresa japonesa vai pagar salários em bitcoin

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião