5 coisas que vão marcar o dia

  • Rita Atalaia
  • 21 Dezembro 2017

A Sumol+Compal vai votar a saída de bolsa da empresa e Pierre Moscovici vai dar uma conferência onde deve abordar a reunião com Centeno. Lá fora, as atenções centram-se nas eleições na Catalunha.

Por cá, os acionistas da Sumol+Compal vão votar a saída da empresa da bolsa de Lisboa. No mesmo dia, o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, realizará uma conferência de imprensa na qual deverá abordar a reunião que teve com Mário Centeno, pouco tempo antes de o ministro assumir a liderança do Eurogrupo. Ainda esta quinta-feira, o novo regime dos recibos verdes vai ser discutido e votado no Conselho de Ministros. Lá fora, o foco vira-se para as eleições na Catalunha e para os números sobre o crescimento da economia dos EUA.

Sumol+Compal decide a saída da bolsa

Os acionistas da Sumol+Compal vão votar a saída da empresa da bolsa de Lisboa esta quinta-feira, dia para o qual foi convocada uma assembleia geral para deliberar sobre a proposta de perda da qualidade de sociedade aberta apresentada pelos dois principais acionistas do grupo. Fonte próxima da Refrigor, acionista maioritária, disse ao ECO que a empresa entende que “com o baixo free float não se justifica a manutenção da Sumol+Compal na Euronext Lisbon”.

Sobre o que é que Moscovici e Centeno falaram?

O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, realiza esta quinta-feira uma conferência de imprensa onde deverá falar sobre o seu encontro com o ministro das Finanças português. Foi na quarta-feira que os dois responsáveis estiveram reunidos para discutirem as prioridades do Eurogrupo, pouco tempo antes de Centeno assumir a presidência da entidade, a 13 de janeiro. Na agenda de Moscovici esteve também uma reunião com o primeiro-ministro, António Costa, e outra com o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, e com a vice-governadora, Elisa Ferreira.

Conselho de Ministros discute recibos verdes

Governo e Bloco de Esquerda chegaram a acordo quanto ao novo regime contributivo dos trabalhadores independentes. Um regime que prevê a descida da taxa contributiva dos recibos verdes, mas que não implica sempre uma redução do desconto a pagar. Já as entidades contratantes pagam mais. Os efeitos das mudanças serão sentidos a partir de 2019, mas a proposta ainda tem de passar pelo Conselho de Ministros desta quinta-feira.

Catalunha vai a eleições

Cerca de 5,2 milhões eleitores são esta quinta-feira chamados a votar na Catalunha. Isto depois de uma das campanhas eleitorais mais atípicas de sempre, com alguns candidatos presos e outros refugiados no estrangeiro. Mas que é também marcada por uma grande divisão do eleitorado. Há dois grupos, cada um com cerca de 46% das intenções de voto: um defende a unidade de Espanha e outro quer a independência da região autónoma.

Como vai a economia dos EUA?

O mercado vai conhecer os números para o crescimento da maior economia do mundo no terceiro trimestre. Isto depois de o indicador ter sido revisto em alta no trimestre anterior, graças às exportações e ao investimento. Nesse período, a subida do PIB foi de 1,4% em comparação com os 1,1% estimados em agosto. Se a economia continuar a acelerar, dará força a mais um aumento das taxas de juro por parte da Reserva Federal dos EUA, que já conta com três subidas dos juros e indicou que quer mais aumentos no próximo ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião