Criador da Litecoin vende todas as suas moedas digitais

  • ECO
  • 20 Dezembro 2017

O criador da quinta maior criptomoeda do mundo diz que não vende as suas moedas por não acreditar no seu potencial. O problema é o potencial conflito de interesses.

Charlie Lee, criador da criptomoeda Litecoin, decidiu vender as suas moedas digitais, afirma numa publicação no Reddit. “A Litecoin tem sido muito boa para mim financeiramente, portanto estou suficientemente bem e já não preciso de amarrar o meu sucesso financeiro ao sucesso da Litecoin“, avança Lee.

Embora não tenha avançado a quantidade de moeda vendida ou a quantia angariada, o responsável pela criação da quinta maior criptomoeda do mundo justifica a venda por um possível “conflito de interesses”, dado que os meus comentários nas redes sociais sobre a Litecoin poderiam influenciar o seu preço.

Lee, engenheiro de software de São Francisco, criou a Litecoin em 2013. A criptomoeda tem vindo a passar por uma valorização de mais de 9% nos últimos cinco dias para os 330,07 dólares. No entanto, a moeda digital já caiu mais de 7% esta quarta-feira, seguindo a tendência das restantes criptomoedas, após as notícias de ataques cibernéticos e avisos de entidades reguladoras para os seus potenciais perigos.

Um impulso do Litecoin à beira do ricochete

Fonte: coinmarketcap.com

“Quando a Litecoin atingir o sucesso, eu continuarei a ser recompensado de muitas outras maneiras; apenas não será pela posse de moedas”, finaliza Charlie Lee, reforçando que a sua venda não é um sinal de falta de fé na sua criptomoeda.

Comentários ({{ total }})

Criador da Litecoin vende todas as suas moedas digitais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião