Associação Mutualista prevê crescimento dos lucros este ano

  • Lusa
  • 20 Dezembro 2017

A entidade liderada por Tomás Correia espera fechar o ano com lucros de 17,4 milhões de euros, uma melhoria face a 2016. Um resultado que se deve à reversão das imparidades, diz a Associação.

A Associação Mutualista Montepio Geral espera fechar este ano com lucros de 17,4 milhões de euros, uma melhoria face a 2016, e conseguir 30,5 milhões de euros em 2018 com a reversão de imparidades, segundo o Plano de Orçamento enviado aos associados.

De acordo com o documento, que será debatido na assembleia-geral da Associação Mutualista marcada para 27 de dezembro em Lisboa, “a estimativa de resultados líquidos para o exercício de 2017” vai ao encontro do “valor orçamentado de 17,4 milhões de euros”. Este valor, a concretizar-se, fica acima dos lucros de 7,4 milhões de euros registados em 2016, que significou uma inversão dos resultados face ao prejuízo de 393,1 milhões de euros de 2015.

A justificar a subida estimada dos lucros este ano estão, segundo o Plano de Ação e Orçamento para 2018, vários fatores, desde logo a “melhoria dos resultados inerentes a associados, por via da relação entre a margem associativa e a variação das provisões técnicas”, que deverão ser este ano negativos em 23,1 milhões de euros, mas melhor do que os 63,3 milhões negativos de 2016.

Já os resultados financeiros deverão alcançar 42,5 milhões de euros e os “outros resultados de exploração em rendimentos das propriedades de investimento” em 7,1 milhões de euros.

A mutualista espera ainda uma reversão de imparidades e a “contenção de gastos gerais administrativos” em 28,9 milhões de euros.

Lucros devem aumentar ainda mais em 2018

No próximo ano, as perspetivas da Associação Mutualista são ainda melhores: lucros de 30,5 milhões de euros. A ajudar as contas estará uma reversão de imparidades no valor de 45 milhões de euros. Segundo o parecer do Conselho Fiscal que acompanha o Plano de Orçamento, a reversão de imparidades poderá ser ainda maior tendo em conta as melhorias do setor bancário e a subida do ‘rating’ de Portugal. Em termos de gastos gerais administrativos são esperados em 2018 cortes de 29 milhões de euros.

Apesar da divulgação destas perspetivas financeiras, à Associação Mutualista Montepio ainda falta divulgar as contas consolidadas referentes a 2016. É nestas contas que a associação faz a consolidação dos resultados de todas as empresas em que tem participações no capital, permitindo uma visão mais abrangente da sua situação.

Em março deste ano foram conhecidas as contas consolidadas de 2015, tendo ficado a saber-se que a Associação Mutualista tinha, no fim de 2015, capitais próprios negativos de 107,53 milhões de euros. Isto levou Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio, a garantir que a associação não estava em causa e que tinha recursos para fazer face às responsabilidades perante os seus associados.

Comentários ({{ total }})

Associação Mutualista prevê crescimento dos lucros este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião