Operação de Marcelo correu bem. Agenda cancelada até 1 de janeiro

  • Lusa e ECO
  • 28 Dezembro 2017

O Presidente da República está internado no Hospital Curry Cabral para ser submetido a uma operação a uma hérnia umbilical. Operação correu bem.

Marcelo Rebelo de Sousa já foi operado e a intervenção cirúrgica a uma hérnia umbilical “correu bem”, avança a Sic Notícias. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi esta quinta-feira internado de urgência para ser operado a uma hérnia umbilical, anunciou a Presidência em comunicado.

A agenda prevista do presidente para este dia foi cancelada, bem como até ao dia 1 de janeiro. “O Presidente da República foi esta tarde internado no Hospital Curry Cabral para ser operado a uma hérnia umbilical. Esta operação estava há muito prevista para o início de janeiro, mas os médicos assistentes decidiram antecipá-la, por ter encarcerado“, pode ler-se no comunicado.

De acordo com o comunicado, o Presidente “cancelou toda a agenda de hoje, bem como a dos próximos dias, incluindo as deslocações previstas para 31 de dezembro e 01 de janeiro”, às regiões afetadas pelos incêndios de outubro. Ainda hoje, será emitido um boletim clínico, de acordo com a Presidência.

Fonte da Presidência da República avança ao ECO que ainda não é certo se haverá ou não Mensagem de Ano Novo do Presidente da República, prevista para 1 de janeiro.

Notícia atualizada às 16h14 com mais informação.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Operação de Marcelo correu bem. Agenda cancelada até 1 de janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião