Da Porsche à Hawkers, estas foram as reportagens mais lidas em 2017

  • Rita Frade
  • 30 Dezembro 2017

Está a chegar ao fim mais um ano e, por isso, é tempo de recordar algumas das reportagens mais lidas em 2017.

Em 2017 contaram-se muitas histórias, não só sobre turismo ou tecnologia, mas também sobre empresas de sucesso: a ITEC, a Hawkers e a Gran Cruz são exemplo disso mesmo. Conheça algumas das reportagens mais lidas.

“As máquinas da Porsche são feitas nesta fábrica de Braga”

A ITEC faz algumas das máquinas e robôs usados por grandes fabricantes na construção de automóveis de luxo. Mas a empresa quer crescer e investir. E desenvolver mais tecnologia, de Braga para o mundo.

Carlos Rodrigues, um dos sócios da ITEC, inspeciona uma aparafusadora robótica já em fase final de construção.Flávio Nunes / ECO

“Livros: Quanto custa e como se publica em Portugal”

Tem um ou mais livros na gaveta, que gostava de ver publicados? O ECO desmistifica o panorama editorial português com os exemplos de cinco das maiores editoras.

Nós não publicamos por publicar. Publicar um livro é de uma grande responsabilidade e envolve um grande grau de compromisso da parte de todos.

Paulo Rebelo Gonçalves

Porto Editora

“Os três blogues salva-vidas do funcionário público”

Sem orientação dos serviços centrais, a Função Pública tem para onde se virar: a Internet onde colegas trocam dicas. Conheça os pequenos universos paralelos aos corredores do emprego no Estado.

“Hawkers: De um euro a 100 milhões através das redes sociais”

Redes sociais, influenciadores e uma loja online que vende para mais de 60 países: em três anos, a Hawkers vendeu cinco milhões de óculos de sol. Este ano, deverá faturar 100 milhões de euros.

Decidimos começar a nossa marca e tinha de ser rápido. Precisávamos de um bom nome, um bom logo e um produto. Fizemos tudo num dia e lançámos o site muito simples.

David Moreno

Cofundador da Hawkers

“Gran Cruz: 130 anos a limpar o pó do vinho do Porto”

No ano em que celebra o 130.º aniversário, a líder em exportações de vinho do Porto quer deixar claro que o caminho a seguir é o da inovação. Na calha estão, entre outros, dois projetos hoteleiros.

Jorge Dias, presidente executivo da Gran Cruz, fotografado na Quinta de Ventozelo-Douro.Jorge Simão

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Da Porsche à Hawkers, estas foram as reportagens mais lidas em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião