Wall Street no verde. Terceiro dia de recordes

As bolsas norte-americanas estão no verde há três dias consecutivos. Os principais índices atingem recordes consecutivos.

É o que se chama a abertura de um Novo Ano em grande. Os principais índices bolsistas norte-americanos não só estão em alta como têm batido valores históricos. O Dow Jones superou pela primeira vez os 25 mil pontos, isto um dia depois do S&P 500 ter fechado acima dos 2.700,00 pontos e do Nasdaq rompido com a barreira dos 7 mil pontos.

Esta quinta-feira, o Dow Jones fechou a sessão a valorizar 0,61% para os 25.075 pontos, sendo a primeira vez na história que encerra acima deste patamar. O S&P ganhou 0,39%, já o Nasdaq ganhou 0,18%. O destaque recaiu sobre o setor financeiro. Wells Fargo, JPMorgan, e Goldman Sachs brilharam em bolsa.

O tom de Wall Street é impulsionado pelos números bastante positivos do emprego privado nos Estados Unidos, que só em dezembro criou mais 250 mil postos de trabalho, a que se soma um fluxo de dados económicos robustos um pouco por todo o mundo.

A perspetiva de um crescimento económico global, e a revisão em alta por parte da Fed do crescimento estimado para o PIB americano estão a deixar os investidores muito otimistas neste início de ano.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street no verde. Terceiro dia de recordes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião