Famalicão tem a melhor balança comercial do país

O concelho de Famalicão tem um saldo positivo da balança comercial de 919 milhões de euros e ocupa o terceiro lugar em termos de concelho mais exportador do país.

Vila Nova de Famalicão é o concelho com a melhor balança comercial do país, com um saldo positivo de 919 milhões de euros, segundo dados dos Anuários Estatísticos Regionais, edição de 2016, do Instituto Nacional de Estatística (INE).

É um resultado extraordinário“, refere o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha. O autarca faz questão de enaltecer os méritos dos empresários “os grandes responsáveis pelos resultados”, não esquecendo contudo toda a estrutura social do concelho, em particular, o universo educativo que “tem conseguido corresponder em termos de formação de qualidade, nomeadamente profissional, às necessidades das empresas do concelho”.

Com um volume total de exportações de 1,9 mil milhões de euros, e um volume de importações de cerca de mil milhões de euros, o município consegue a proeza de exportar sensivelmente o dobro do que importa. Estes números representam perto de 49,8% do volume total de exportações da NUTIII Ave, onde se insere, Vila Nova de Famalicão.

Para além de liderar o ranking em termos de balança comercial, Famalicão é ainda o concelho mais exportador de toda a região Norte, e o terceiro mais exportador a nível nacional. Entre 2012 e 2016 o volume total de exportações de Famalicão cresceu 23,75%.

Paulo Cunha não esconde que é um “presidente de Câmara Municipal muito feliz“. O autarca evidencia “a força dos números que refletem uma grande dinâmica económica que se traduz em mais e melhor emprego”.

Ainda em termos macroeconómicos destaque para a taxa de desemprego do concelho que tem estado sempre abaixo da média nacional, sendo em outubro de 2017, de 6,85%. Entre janeiro de 2013 e outubro de 2017, o número de desempregados em Vila Nova de Famalicão desceu 57,7% estando hoje abaixo dos quatro mil, numa população total superior a 132 mil habitantes.

Para este bom desempenho do concelho contribuem não só os importantes clusters sediados na região, como a metalomecânica, agroalimentar, têxtil. O concelho alberga algumas das maiores empresas nacionais como é o caso da Continental Mabor, a quarta maior exportadora nacional, a ROQ, a Coindu, a Leica, A AMOB, Riopele, Primor, Porminho, Salsa, Tiffosi entre tantas outras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Famalicão tem a melhor balança comercial do país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião