Endesa com oferta de gás natural mais económica no mercado retalhista

  • Lusa
  • 10 Janeiro 2018

De acordo com o boletim divulgado pela ERSE, a Endesa tem a oferta comercial exclusiva de gás natural mais económica no mercado retalhista.

A Endesa tem a oferta comercial exclusiva de gás natural mais económica no mercado retalhista, de acordo com os três cenários analisados pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) relativos ao terceiro trimestre de 2017.

Segundo o boletim divulgado esta quarta-feira, para um casal sem filhos e sem aquecimento central, a oferta comercial de gás natural com menor fatura anual é a da Endesa, com um valor de 107 euros por ano, sendo 43 euros mais económica do que a oferta mais cara do mercado.

Também para um casal com filhos, a oferta de gás natural da Endesa, com um valor de 202 euros por ano, é a mais económica, representando uma poupança de 65 euros por ano face à oferta comercial mais cara, e nos agregados maiores – casal com quatro filhos – a fatura mais baixa é também a do comercializador espanhol – com um valor de 391 euros por ano, menos 118 euros do que a mais alta.

No boletim trimestral, relativo ao terceiro trimestre de 2017, o regulador do setor energético avaliou também as ofertas duais, isto é, combinadas de gás natural e eletricidade, comparando nestes casos apenas os preços de gás natural, não sendo valorizadas as ofertas de eletricidade. Nestes casos, nos cenários de um casal sem filhos e de um casal com dois filhos, a oferta comercial com menor fatura anual é a da Goldenergy, com um valor de 97 euros por ano e de 200 euros por ano, respetivamente.

Por seu lado, para um casal com quatro filhos (consumo anual de 640 metros cúbicos), a oferta comercial dual (eletricidade e gás natural) com menor fatura anual é a da Endesa, com um valor de 391 euros por ano, uma diferença de 118 euros (23%) face à mais cara. Na nota de enquadramento, a ERSE ressalva que os preços e comparações apresentados resultam da componente de fatura anual relativa ao fornecimento de gás natural, sem impostos e taxas, sendo a análise efetuada em preços reais, considerando apenas os comercializadores com ofertas em baixa pressão para consumidores domésticos.

No terceiro trimestre, havia oito comercializadores de gás natural (Audax, EDP Comercial, Endesa, Galp, Energia Simples, Goldenergy, Iberdrola e Rolear Viva) com ofertas mono e sete comercializadores com ofertas duais (Audax, EDP Comercial, Endesa, Energia Simples, Galp, Goldenergy e Rolear Viva).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Endesa com oferta de gás natural mais económica no mercado retalhista

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião