Kodak entra no mercado das criptomoedas

  • Lusa
  • 10 Janeiro 2018

A empresa, mais conhecida pela fotografia, fez uma parceria com a WENN Digital para entrar no mercado de licenciamento digital e das criptomoedas.

A Kodak, cujas raízes são a fotografia, está a entrar no mercado de licenciamento digital e das criptomoedas, através de uma parceria com a WENN Digital.

As empresas estão a lançar a tecnologia ‘blockchain’ – uma lista contínua crescente de gravações, denominados blocos, que estão associados e seguros através de criptopgrafia, com a KodakOne e a KodakCoin.

Os sistemas Kodak permitirão aos fotógrafos registarem trabalhos que podem licenciar e posteriormente receber. A moeda inicial a ser oferecida vai abrir em 31 de janeiro.

Depois do anúncio, as ações da Eastman Kodak Co. subiram hoje 42%, para 4,40 dólares, na bolsa de Nova Iorque.

A entrada da Kodak, bem como de outras empresas, no mercado das moedas virtuais surge quando crescem os avisos para o risco das moedas virtuais e da criação de uma ‘bolha’. Atualmente, não há qualquer regulamentação para a criação e utilização de moedas virtuais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Kodak entra no mercado das criptomoedas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião