A manhã num minuto

  • Rita Frade
  • 31 Janeiro 2018

Não sabe o que se passou durante a manhã? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

Mário Centeno disse esta manhã, no arranque da sua audição na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças, que “cumprimos“: “temos mais 288 mil empregos do que em dezembro de 2015“.

Embora a tranche mais cara do empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI) já tenha sido devolvida, Portugal não deverá abrandar o ritmo na gestão do seu elevado endividamento público. Acelerar operações de recompra de dívida no mercado? É uma estratégia que faz sentido adotar a partir de agora, dizem os analistas ouvidos pelos ECO. Emitir títulos com prazos mais ambiciosos? Também.

“Cumprimos”, disse Mário Centeno, no arranque da sua audição na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças, esta quarta-feira, na Assembleia da República. O ministro trazia os números estudados e os dossiês preparados para focar a discussão nos progressos da economia.

A réstia de esperança que existia para a Ricon desvaneceu-se esta manhã. A solução que estava a ser trabalhada, segundo anunciou, Pedro Pidwell, administrador de insolvência, depois da assembleia de credores realizada esta terça-feira, afinal não avançou. Empresa vai mesmo para liquidação, apurou o ECO junto de fontes próximas ao processo.

A Efacec, empresa controlada pela empresária Isabel dos Santos, vai inaugurar uma nova unidade de mobilidade elétrica. O evento que acontece, na próxima segunda-feira, na Maia, sede da empresa, vai contar com a presença da sua principal acionista.

As imobiliárias, a Sonae Sierra, como um dos grandes vendedores, e a equipa que assessorou a venda do Dolce Vita Tejo, o segundo maior centro comercial do país, explicam o interesse dos investidores e garantem que não tem nada de invulgar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A manhã num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião