Tripulantes de cabine da TAP suspendem greve

  • ECO e Lusa
  • 1 Fevereiro 2018

Tripulantes de cabine da TAP já não vão parar no período das férias de Carnaval, (9, 10 e 11 de fevereiro). Decisão foi tomada na sequência de várias reuniões do sindicato com a transportadora.

Os tripulantes de cabine da TAP acabam de anunciar que a greve prevista para o período das férias de Carnaval (9, 10 e 11 de fevereiro) já não vai acontecer. O recuo foi decidido esta quinta-feira, na assembleia-geral do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). Em declarações à Lusa, fonte oficial da associação considerou a escolha “um voto de confiança à nova administração”.

Os profissionais associados deste sindicato tinham escolhido manter a paralisação, na assembleia-geral de segunda-feira, depois do ex-presidente executivo da transportadora (Fernando Pinto) ter enviado uma carta, no domingo. Nessa altura, a greve manteve-se porque a posição da TAP ficou “muito muito aquém das medidas que os tripulantes de cabine consideram razoáveis”, adiantou o SNPVAC.

Esta quinta-feira, após várias reuniões entre os responsáveis do sindicato e a TAP, os tripulantes decidiram desconvocar a paralisação.

O pessoal de cabine da TAP anunciou, no dia 19 de janeiro, uma greve entre 9 e 11 de fevereiro e paralisações parciais em março, por estarem esgotadas “todas as possibilidades” para um consenso com o Governo e com a companhia sobre o contrato coletivo de trabalho.

Esta quarta-feira, o nome de Antonoaldo Neves foi aprovado pela unanimidade dos acionistas da transportadora como novo presidente executivo da TAP, tendo-se confessado, à saída da reunião, confiante no poder do “processo de diálogo” no sentido da resolução desta situação. Segundo relata o Diário de Notícias, o gestor deu, por isso, ao SNPVA a garantia de que está disposto a rever a suspensão do Acordo de Empresa, isto é, está disponível para prolongar o acordo por mais 36 meses.

Antonoaldo Neves também já se mostrou satisfeito com a retirada do pré-aviso de greve dos tripulantes de cabine, que considerou “um voto de confiança”. “A TAP pode assim cumprir com todos aqueles que confiaram na companhia para fazerem as suas viagens e preservar a sua, nossa, imagem, contribuindo para fortalecer o futuro de todos nós”, afirmou o presidente executivo da companhia num e-mail enviado aos trabalhadores, ao qual a Lusa teve acesso.

“Quero, portanto, reconhecer este gesto dos tripulantes de cabine como um voto de confiança, a mesma que deposito em todos vós”, acrescentou Antonoaldo Neves.

(notícia atualizada às 18h57 com reação do presidente executivo da TAP)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tripulantes de cabine da TAP suspendem greve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião