Governo quer Laboratório Militar a produzir mais medicamentos

  • ECO
  • 6 Fevereiro 2018

Governo quer que Laboratório Militar produza mais medicamentos para fornecer o Serviço Nacional de Saúde. Investimento de mais de 16 milhões de euros resultará na produção de oito novos medicamentos.

Num investimento de mais de 16 milhões de euros, os Ministérios da Saúde e da Defesa querem aumentar a produção de medicamentos pelo Laboratório Militar para fornecer o Serviço Nacional de Saúde. De acordo com o Público (acesso condicionado), o despacho aprovado pelo Governo entregou, entretanto, ao Infarmed e ao laboratório em causa a tarefa de fazer um levantamento da legislação que vai ter de mudar.

Da lista de oito medicamentos que deverão passar a ser produzidos pelo Laboratório Militar fazem parte um anti-inflamatório, um corticosteróide para o tratamento da Doença de Addison, um produto que altera a resposta do organismo à luz, um modificador biológico que normaliza o crescimento do cabelo, uma substância usada na prevenção de infeções oftalmológicas em recém-nascidos, um sedativo, um antituberculoso e um medicamento para a Doença de Wilson.

“O tempo expectável para a readaptação do Laboratório Militar, após disponibilização de meios financeiros, humanos e de equipamentos, estima-se no mínimo em 24 meses”, revela o relatório, tornado público numa resposta do Ministério da Saúde ao CDS. Além do investimento de 16,75 milhões de euros na modernização do instituto, espera-se também a contratação de mais 20 técnicos de várias áreas.

Nos últimos anos, o Laboratório Militar tem garantido o fornecimento ao SNS de 12 medicamentos, que de outra maneira não estariam disponíveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo quer Laboratório Militar a produzir mais medicamentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião