Centro de Cascais já tem mais 28 apartamentos de luxo

Cascais apresenta esta quinta-feira o edifício residencial Dom Pedro, com apartamentos de luxo no centro histórico da vila, num estilo contemporâneo que ilustra a memória náutica da região.

Esta quinta-feira, os habitantes de Cascais vão poder conhecer o novo empreendimento de luxo no centro histórico da vila. O edifício residencial Dom Pedro caracteriza-se por um estilo contemporâneo, numa alusão à memória náutica da região, com apartamentos de luxo destinados a investidores mais premium.

Dom Pedro Cascais

Os 28 apartamentos de luxo que vão ser apresentados ao público esta quinta-feira, prometem “dar uma nova vida ao coração da vila de Cascais“, ao mesmo tempo que a zona passa por várias intervenções culturais, artísticas e comerciais. Localizado no centro histórico e em linha com o mar, o Dom Pedro Cascais contempla apartamentos T0, T2 e T3, com áreas entre os 50 e os 204 m2, “com linhas contemporâneas, mas com uma linguagem arquitetónica” em alusão à história marítima de Cascais, explica a JLL, imobiliária responsável pela comercialização do imóvel.

Através da fachada, faz lembrar “o movimento das ondas”. “Tal como um navio, o próprio edifício parece flutuar, com os pisos superiores -– onde se desenvolvem os apartamentos -–, suspensos sobre as arcadas do piso térreo“, lê-se no comunicado enviado pela JLL. O projeto do Dom Pedro Cascais tem a assinatura do ateliê Subvert Studio, que o caracteriza como “um projeto único” e uma “oportunidade imperdível”.

Interior dos apartamentos Dom Pedro Cascais

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Centro de Cascais já tem mais 28 apartamentos de luxo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião