Grande anunciante ameaça retirar investimento do Facebook

  • ECO
  • 12 Fevereiro 2018

Unilever diz que dará prioridade ao investimento em plataformas que criem um impacto positivo na sociedade e ameaça retirar o apoio de plataformas que promovam a fúria, o ódio ou a divisão.

O segundo maior anunciante do mundo está a ameaçar retirar todo o seu investimento de plataformas digitais como o Google, o Facebook e o Twitter, caso não consigam proteger as crianças e mitigar a febre das fake news, avançam o The Guardian e The Telegraph. A Unilever defende que “as redes sociais devem criar responsabilidade social” e declara que não apoiará plataformas que promovam a “divisão, a fúria ou o ódio”.

“Não podemos ficar de lado e permanecer à distância, só porque os problemas na cadeia de bens não nos afetam diretamente”, avisa Keith Weed. O líder do departamento de marketing da gigante dos bens de consumo considera igualmente que a indústria anda “sonâmbula” e compara a necessária “limpeza da cadeia digital” à procura por fornecedores sustentáveis que encetada pela empresa.

“Vamos priorizar apenas as plataformas responsáveis que estão emprenhadas na criação de um impacto positivo na sociedade”, reforça, neste sentido, o mesmo representante. A Unilever é o segundo maior investidor publicitário do mundo, tendo gasto 7,7 mil milhões de euros, no último ano, neste setor.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Grande anunciante ameaça retirar investimento do Facebook

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião