Primeiro-Ministro recebe Rui Rio esta terça-feira

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 19 Fevereiro 2018

Um dia depois de ter sido recebido pelo Presidente da República, o líder do PSD vai reunir-se com António Costa em São Bento.

O primeiro-ministro, António Costa, recebe na terça-feira o novo presidente do PSD, Rui Rio. O encontro está marcado para as 12:00, em São Bento, avança a agência Lusa.

Já esta segunda-feira, Rui Rio foi recebido pelo Presidente da República, naquela que foi a sua primeira reunião enquanto líder do PSD. Mas não levou propostas concretas. “Depressa e bem há pouco quem”, disse, recordando que o Congresso que o consagrou como presidente do partido terminou este domingo.

“Um congresso que terminou às quatro da tarde de domingo, como é que era possível a seguir ao almoço de segunda-feira as propostas concretas, queria que eu tivesse um projeto de lei ou uma proposta de lei?”, respondeu aos jornalistas. “Aquilo que foi enunciado ao longo da campanha e nos discursos são as áreas que nós consideramos importantes. Estamos disponíveis a que, se houver mais algumas que considerem importantes também abordar, e as linhas de força que devem seguir as propostas que nós possamos fazer para confrontar com as propostas dos outros”, disse ainda Rui Rui.

O líder do PSD depois deixou a nota: “Tudo isto tem o seu tempo, sob pena de não ser bem feito, ser muito mal feito. As coisas para serem bem feitas têm de ser pensadas, debatidas, maturadas”. “Depressa e bem há pouco quem”, rematou, em declarações transmitidas pela RTP3.

Sobre as iniciativas que o PSD vai assumir, Rui Rio notou que quer ouvir as propostas dos órgãos do seu partido mas também de outros. Algumas coisas, mas poucas, “podem ser feitas até às próximas eleições”, disse, considerando as eleições europeias em maio, mas outras podem ser já delineadas para que o “trabalho de casa” fique feito, concluiu o presidente do PSD.

(notícia atualizada às 17:24)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Primeiro-Ministro recebe Rui Rio esta terça-feira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião