Revista de Imprensa Internacional

  • Ana Batalha Oliveira
  • 27 Fevereiro 2018

Esta terça-feira, o Banco de Inglaterra mostra-se em sintonia com a UE em relação às novas normas para as seguradoras. O Bankia promete que os aumentos nos lucros se vão refletir nos dividendos.

O banco central inglês garante que “não será brando” na aplicação das novas regras para o setor segurador, avançadas pela União Europeia. No setor financeiro, o Bankia traz boas notícias aos investidores: pretende distribuir 2,5 mil milhões em dividendos até 2020, considerando ultrapassada a fase de restruturação. Contudo, a confiança económica na Europa regista quebras. Possíveis investimentos da Uber no Brasil estão em suspenso — a empresa está atenta à regulação. Já a Apple foca-se nos cuidados de saúde para os funcionários, e cria clínicas para os assegurar.

Banco de Inglaterra “não será brando” na aplicação de novas regras para as seguradoras

O governador do Banco de Inglaterra, Sam Woods, afirmou que “não será brando” na aplicação das novas regras de capital avançadas pela União Europeia para o setor segurador. Contudo, compromete-se a analisar formas de fomentar a competição, face às acusações de excesso de burocracia da parte das seguradoras.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre/ conteúdo em inglês)

Bankia quer pagar 2,5 mil milhões em dividendos em 2020

O banco espanhol revelou esta terça-feira o plano estratégico para os próximos três anos. Nele, o banco prevê a distribuição de 2,5 mil milhões de euros nos próximos três anos — mais do dobro do acumulado nos últimos quatro anos, dando como superado o processo de restruturação. Em 2020, o Bankia espera obter um resultado líquido de 1,3 mil milhões de euros, 62% acima do resultado atual. Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre/ conteúdo em espanhol)

Uber espera regulação para acelerar no Brasil

O reforço do investimento da Uber no Brasil está dependente das regras a serem impostas pelos deputados, afirma o CEO da empresa americana, Dara Khosrowshahi, que reconhece neste país “um mercado promissor”. A regulação poderá voltar à discussão entre os deputados brasileiros ainda durante esta terça-feira. “O nível do investimento, obviamente, depende dessa regulação”, diz Dara.

Leia a notícia completa no Folha de São Paulo (acesso livre/ conteúdo em português)

Apple cria clínicas para os funcionários

Depois do investimento da gigante Amazon na área da saúde, é a vez de a Apple lançar uma rede de clínicas — as AC Wellness. Estas servirão os funcionários da empresa liderada por Tim Cook, que pretende “cuidados eficientes para a população trabalhadora da Apple”. Leia a notícia completa no The Guardian (acesso livre/ conteúdo em português)

Confiança económica na zona euro volta a cair

Pelo segundo mês consecutivo, a zona euro vê os níveis de confiança na economia a decrescer. O declínio, verificado tanto em janeiro como em fevereiro, segue-se ao pico de 17 anos que se registou em dezembro de 2017. Também se projeta que a inflação desacelere este mês.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso livre/ conteúdo em inglês)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Revista de Imprensa Internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião