FC Porto com prejuízo de 24 milhões. Passivo diminui

  • ECO
  • 1 Março 2018

O clube liderado por Pinto da Costa conseguiu reduzir os prejuízos no primeiro semestre. Registou um resultado negativo de quase 24 milhões, menos cinco milhões do que no período homólogo.

O clube liderado por Pinto da Costa registou prejuízos de quase 24 milhões de euros no primeiro semestre de 2017/2018, o que representa uma melhoria de mais de cinco milhões em comparação com o período homólogo. Uma recuperação que, segundo a SAD, se deve ao aumento dos resultados operacionais excluindo proveitos com passes de jogadores. Por outro lado, o FC Porto conseguiu reduzir o passivo total.

O clube apresentou um “resultado líquido consolidado negativo, em 23,926 milhões de euros, o que reflete já uma melhoria de 5,653 milhões de euros face ao período homólogo”, de acordo com o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

"Excluindo o efeito dos investimentos/desinvestimentos no plantel, tanto a nível de mais-valias como de amortizações e perdas por imparidade, e analisando apenas os resultados operacionais excluindo resultados com passes de jogadores, verifica-se uma melhoria do resultado face ao primeiro semestre de 2016/2017, devido ao aumento dos proveitos.”

FC Porto

A SAD do Porto explica, no comunicado enviado ao mercado, que “excluindo o efeito dos investimentos/desinvestimentos no plantel, tanto a nível de mais-valias como de amortizações e perdas por imparidade, e analisando apenas os resultados operacionais excluindo resultados com passes de jogadores, verifica-se uma melhoria do resultado face ao primeiro semestre de 2016/2017, devido ao aumento dos proveitos“.

Os resultados operacionais excluindo proveitos com passes de jogadores melhoraram em 1,003 milhões de euros, “pelo aumento dos rendimentos, ainda que as receitas obtidas pela participação do FC Porto nas competições europeias tenha diminuído”, refere o clube. Já os proveitos operacionais excluindo proveitos com passes totalizaram 61,860 milhões de euros neste período.

Tendo em conta os resultados do primeiro semestre, o clube azul e branco conseguiu reduzir o passivo total em 7,280 milhões, para 380,280 milhões de euros, graças à “diminuição do saldo a pagar a fornecedores. O passivo remunerado do Grupo sofreu também uma redução, ainda que ligeira, no período em análise”.

Comentários ({{ total }})

FC Porto com prejuízo de 24 milhões. Passivo diminui

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião