O que vieram fazer à BTL? 5 expositores contam-nos em 5 minutos

Com 80 mil visitantes, a maior feira de turismo do país é uma montra para entidades de turismo, municípios e, pela primeira vez, também para startups.

O que fazem uma empreendedora, um oleiro e um vereador no mesmo espaço? Promovem os seus negócios e as suas terras na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que arrancou esta semana e que decorre até domingo.

Com mais de 35 mil metros quadrados de área interior e exterior, 80 mil visitantes e 1.500 profissionais estrangeiros esperados, a maior feira de turismo do país é uma montra para todas as entidades de turismo nacionais e para 50 municípios. Este ano, e pela primeira vez, também há espaço para 20 startups ligadas ao setor mostrarem as suas ideias.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

O que vieram fazer à BTL? 5 expositores contam-nos em 5 minutos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião