Lloyd Blankfein está de saída do Goldman Sachs

  • Lusa
  • 9 Março 2018

Harvey Schwartz ou David Salomon, diretores de operações do grupo, podem suceder-lhe na liderança do banco de investimento norte-americano.

O presidente executivo do grupo Goldman Sachs, Lloyd Blankfein, pretende reformar-se até ao final do ano, segundo o Wall Street Journal.

Blankfein está à frente do Goldman Sachs desde 2006 e, de acordo com a mesma publicação, Harvey Schwartz ou David Salomon, diretores de operações do grupo, podem suceder-lhe.

Gary Cohn, que abandonou em 2017 o cargo de diretor operacional do Goldman Sachs para se tornar o principal assessor económico de Donald Trump, foi durante muito tempo apontado como o sucessor de Blankfein.

Na passada terça-feira, Gary Cohn, após entrar em rutura com o Presidente dos EUA sobre a intenção de taxar as importações do setor do aço e do alumínio, decidiu abandonar a Casa Branca, no entanto, não é expectável que regresse à instituição financeira.

Blankfein, de 63 anos, faz parte do restrito grupo de banqueiros de Wall Street que dirigiu as instituições antes da grande crise financeira e que ainda se encontra no ativo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lloyd Blankfein está de saída do Goldman Sachs

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião